0

Mnangagwa é eleito presidente do Zimbábue

Antigo braço direito de Mugabe, atual presidente obteve 50,8% dos votos; oposição denuncia suposta fraude eleitoral.

2 ago 2018
21h18
atualizado às 21h48
  • separator
  • comentários

O presidente do Zimbábue, Emmerson Mnangagwa, venceu as eleições presidenciais, anunciou nesta quinta-feira (3) a Comissão Eleitoral do país. Líder da União Nacional Africana do Zimbábue - Frente Patriótica (Zanu-PF), Mnangagwa foi reeleito após bater seu principal adversário, Nelson Chamisa, do Movimento pela Mudança Democrática (MDC), em seis das dez províncias do país.

O presidente obteve 50,8% dos votos, evitando assim um segundo turno. Chamisa ficou com 44,3% da preferência do eleitorado, mas o porta-voz do MDC, Morgan Komichi, classificou o resultado como "falso" por não ter sido verificado por representantes do partido.

Emmerson Mnangagwa assumiu governo em novembro do ano passado
Emmerson Mnangagwa assumiu governo em novembro do ano passado
Foto: DW / Deutsche Welle

Horas antes da divulgação dos resultados oficiais, Chamisa afirmou que era o vencedor do pleito. "Mnangagwa sabe que perdeu as eleições. Se tivesse vencido, os resultados teriam sido anunciados há muito tempo. Estão tentando manipular a votação. Estou na frente dele no voto popular", afirmou o opositor.

Com a vitória de Mnangagwa, a oposição afirmou que vai contestar o resultado eleitoral na Justiça.

Ex-vice-presidente de Robert Mugabe, Mnangagwa assumiu o governo do país africano em novembro do ano passado, após a renúncia de Mugabe que ficou 37 anos no poder. O líder afirmou que sua vitória representa um recomeço e pediu união.

Protestos e mortes

Os resultados foram divulgados em meio a grande tensão em Harare, capital do país. O governo ampliou a presença da polícia e do Exército nas ruas após protestos violentos registrados nesta quarta-feira.

Os zimbabuanos foram chamados às urnas na segunda-feira pela primeira vez desde a queda de Mugabe. A demora para o anúncio do resultado provocou protestos. Na quarta-feira, o exército e a polícia reprimiram violentamente manifestações da oposição, em Harare.

Aproximadamente, 4 mil militantes do MDC participaram do protesto, alguns armados com barras de ferro e pedras, de segundo a polícia. Ao todo, 26 pessoas foram detidas, 18 delas na sede do MDC, no centro da capital, uma área fortemente vigiada pelas forças de segurança.

Conforme a imprensa local, os protestos foram reprimidos, primeiro pela polícia e depois pelo exército, com canhões de água, gás lacrimogêneo e munição real.

Com a eleição de Mnangagwa, o Zanu-PF se mantém poder. Esta eleição foi histórica por ser a primeira desde a independência do país na qual Mugabe não concorreu. Ele governou o país de 1980 até a renúncia forçada por um golpe militar em novembro do ano passado.

Veja também:

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade