0

Homem é condenado por colapso do Arquivo Histórico de Colônia

12 out 2018
13h41
  • separator
  • comentários

Tribunal da cidade alemã condena supervisor de obra de metrô por homicídio por negligência. Falha na construção levou a desabamento do prédio que abrigava documentos com mais de mil anos de idade.Mais de nove anos após o colapso do prédio do Arquivo Histórico de Colônia, um tribunal da cidade alemã decidiu nesta sexta-feira (12/10) pela absolvição de três acusados e pela condenação de um quarto por homicídio culposo.

Prédio do Arquivo Histórico de Colônia desabou em março de 2009
Prédio do Arquivo Histórico de Colônia desabou em março de 2009
Foto: DW / Deutsche Welle

O prédio, com seis andares, desabou em março de 2009 em consequência de uma inundação subterrânea no túnel de uma linha de metrô em construção, causando a morte de dois moradores da área.

Na época, um buraco num muro de concreto armado levou à entrada de grande quantidade de terra e água subterrânea no canteiro de obras do metrô, o que deixou uma cavidade abaixo do Arquivo Histórico e fez com que o prédio e casas ao redor entrassem em colapso.

O impacto do desabamento destruiu as moradias de quase 40 pessoas. O desastre causou danos totais de 1,2 bilhão de euros, segundo estimativas da cidade de Colônia.

O homem condenado nesta sexta-feira era funcionário da empresa de transporte público de Colônia, a KVB, e encarregado da supervisão da obra do metrô. Condenado por negligência, ele terá que cumprir oito meses sob pena suspensa, tipo de penalidade em que o condenado não vai preso, mas fica sob observação e deve respeitar uma série de regras durante um período determinado.

Uma engenheira da KVB e dois funcionários de construtoras foram absolvidos. Segundo o tribunal, eles também descumpriram algumas de suas obrigações, mas não foi possível constatar que seus erros tenham tido ligação com o colapso do prédio do Arquivo Histórico.

Até seu desmoronamento, o prédio era conhecido como o maior arquivo municipal a norte dos Alpes, abrigando documentos originais com mais de mil anos de idade. Cerca de 95% dos documentos foram recuperados. Um novo prédio está sendo construído na região de Eifelwall para abrigar o arquivo e deve ser finalizado até 2020.

PJ/epd/ots

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp

| App | Instagram | Newsletter

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade