PUBLICIDADE
AO VIVO
Paris é Delas: Atletas falam sobre longevidade e vaidade no esporte

Helicóptero que levava presidente do Irã sofre acidente

19 mai 2024 - 12h27
(atualizado às 14h24)
Compartilhar
Exibir comentários

Informação foi dada pela mídia estatal do país, que falou em "pouso forçado", e confirmada por fonte anônima do governo islâmico. Sob mau tempo, equipes tentam alcançar local de difícil acesso.Um helicóptero que levava o presidente iraniano, Ebrahim Raisi, caiu neste domingo (19/05) enquanto cruzava uma área montanhosa sob neblina intensa, e socorristas penavam para chegar até o local do acidente, informou a agência de notícias Reuters citando uma fonte anônima do governo islâmico.

Foto: DW / Deutsche Welle

Segundo a fonte, além de Raisi, o ministro iraniano do Exterior, Hossein Amirabdollahian, também viajava na mesma aeronave. Eles voltavam de uma visita à província iraniana do Azerbaijão Oriental.

"Ainda temos esperanças, mas as informações que estamos recebendo do local do acidente são bastante preocupantes", disse a fonte anônima.

O episódio foi noticiado pela mídia estatal do Irã, que falou em "pouso forçado", sem dar maiores detalhes.

Equipes de resgate se encaminharam às pressas para uma região rural de floresta onde acredita-se que a aeronave esteja. As informações sobre a localização do helicóptero ainda são contraditórias.

Membros mais conservadores do governo islâmico iraniano apelaram ao povo para que rezem por Raisi. Outros dois helicópteros, que não se acidentaram, faziam parte do comboio, que incluía ainda o governador da província iraniana do Azerbaijão Oriental e outros funcionários do governo, segundo a agência estatal de notícias Irna.

"O estimado presidente e seus acompanhantes estavam voltando de viagem em alguns helicópteros quando um deles teve que fazer um pouso forçado devido ao mau tempo e à neblina", declarou o ministro do Interior, Ahmad Vahidi, na TV estatal, acrescentando que o resgate poderia demorar por causa das condições climáticas. "A região é um pouco [acidentada] e é difícil fazer contato. Estamos aguardando as equipes de resgate chegarem ao local de pouso e nos fornecerem mais informações."

Raisi é tido como potencial sucessor do aiatolá Ali Khamenei

Presidente desde 2021, Raisi é um político linha-dura e considerado um potencial sucessor de seu padrinho político, o líder supremo do país, aiatolá Ali Khamenei. Ele foi sancionado pelos Estados Unidos por envolvimento em execuções em massa de milhares de prisioneiros políticos em 1988, ao fim da guerra entre Irã e Iraque.

Sob Raisi, o Irã passou a enriquecer urânio com fins militares e a impedir inspeções internacionais. O país é fornecedor militar da Rússia em sua guerra contra a Ucrânia e tem armado diversos grupos no Oriente Médio hostis a Israel, além de recentemente ter atacado Tel Aviv diretamente com mísseis e drones.

Raisi havia estado na província do Azerbaijão Ocidental pela manhã para inaugurar uma represa no rio Aras ao lado do presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev.

As duas nações têm relações tensas - em parte devido ao fato de o Azerbaijão manter relações diplomáticas com Israel, inimigo ferrenho do Irã. Em 2023, a embaixada do Azerbaijão em Teerã foi atacada à mão armada.

A frota militar aérea do Irã é considerada defasada, e sanções internacionais dificultam a obtenção de peças para manutenção de helicópteros.

ra (AP, AFP, Reuters)

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade