PUBLICIDADE

Francês de 75 anos morre tentando cruzar oceano a remo

Aventureiro que em 2019 havia atravessado o Atlântico num barril gigante queria repetir a façanha remando

23 jan 2022 11h35
| atualizado às 11h41
ver comentários
Publicidade
Jean-Jacques Savin
Jean-Jacques Savin
Foto: Instagram

O aventureiro francês Jean-Jacques Savin, de 75 anos, que em 2019 havia cruzado o Atlântico a bordo de um barril gigante, foi encontrado morto neste sábado, 22, na cabine de seu barco, com que partiu em 1° de janeiro do sul de Portugal visando atravessar o Oceano Atlântico a remo.

O corpo sem vida do homem, que completou 75 anos em 14 de janeiro, foi localizado dentro da cabine da embarcação, quando um dos mergulhadores conseguiu chegar ao barco, que tinha sido visto virado nesta sexta-feira perto dos Açores.

A equipe de Savin não tinha notícias dele desde a noite de quinta-feira, quando o aventureiro ativou seus sinalizadores de socorro.

"Infelizmente, o oceano desta vez foi mais forte do que nosso amigo, ele que tanto amava navegar e o mar", afirma a postagem no Facebook anunciando a morte do francês.

Em 2019, Savin, ex-paraquedista militar residente em Arès, no sudoeste da França, passou quatro meses em um barco em forma de barril de três metros de comprimento e 2,10 de diâmetro para atravessar o Atlântico, impulsionado pelo vento e pela corrente. Ele saiu das Ilhas Canárias e chegou no Caribe em 127 dias.

Desta vez, ele planejou passar 100 dias em um barco de oito metros de comprimento com um posto de remo no meio para cruzar novamente o oceano.

O seu objetivo era chegar à Martinica em pouco mais de três meses.

Em sua última postagem nas redes sociais, Savin, que teve que mudar sua trajetória em até 900 quilômetros por conta dos ventos fortes dos primeiros dias, destacou que estava enfrentando ondas fortes e a força do vento. Isso "me custa energia física. Não se preocupem, não estou em perigo!", escreveu ele então.

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
Publicidade
Publicidade