PUBLICIDADE

Brasil tem recorde em média móvel de casos de covid

País registra média de 133.350 infecções em sete dias, índice mais alto em toda a pandemia

23 jan 2022 10h47
| atualizado às 11h01
ver comentários
Publicidade

O Brasil registrou neste sábado (22/01) um recorde na média móvel de casos de covid-19 em sete dias, com 133.350, que representa o índice mais alto em toda a pandemia.

Mês de janeiro já soma, em três semanas, mais de 1,6 milhão de casos de covid-19
Mês de janeiro já soma, em três semanas, mais de 1,6 milhão de casos de covid-19
Foto: DW / Deutsche Welle

Com os 157.393 novos diagnósticos registrados nas últimas 24 horas, segundo números do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o mês de janeiro já soma, em três semanas, mais de 1,6 milhão de casos de covid-19, número maior do que a soma dos últimos quatro meses de 2021, período em que foram registrados pouco mais de 1,5 milhão de infectados.

Óbitos em alta

O número de mortes em decorrência do coronavírus também apresenta alta. Neste sábado, o Conass registrou média móvel de 261 óbitos - a maior desde 19 de novembro - correspondendo a uma variação de 120% em relação às duas semanas anteriores.

Nas últimas 24 horas, o Conass registrou 157.393 novos diagnósticos positivos e 238 novos óbitos por covid-19. Em toda a pandemia, são 23.909.175 contaminados pelo vírus e 622.801 óbitos.

Entretanto, Mato Grosso, Distrito Federal e São Paulo não atualizaram os dados neste sábado.

Segundo números do Ministério da Saúde, 21.848.302 pessoas foram contabilizadas como recuperadas da covid-19 neste sábado.

Conforme o balanço da pasta, o estado com maior número de mortes por covid-19 é São Paulo (156.310), seguido por Rio de Janeiro (69.674), Minas Gerais (56.941), Paraná (40.982) e Rio Grande do Sul (36.635).

Os estados com menos óbitos resultantes da pandemia de covid-19 são Acre (1.855), Amapá (2.036), Roraima (2.086), Tocantins (3.983) e Sergipe (6.072).

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
Publicidade
Publicidade