1 evento ao vivo

"Por exclusão, voto em Márcio França", diz Major Olímpio

Presidente do PSL-SP afirmou ainda que não subirá em palanque do PSDB para não 'alimentar seu carrasco'

10 out 2018
10h11
atualizado às 10h26
  • separator
  • 0
  • comentários

Principal aliado de Jair Bolsonaro (PSL) em São Paulo, o deputado federal Major Olímpio, presidente do partido no Estado e eleito senador no domingo, disse ao "Estadão/Broadcast" que vai votar em Márcio França (PSB) no segundo turno da disputa pelo Palácio dos Bandeirantes. "Eu não alimento meu carrasco. Não subo no palanque do PSDB. Por exclusão, vou votar em Márcio França", disse Olímpio.

Major Olímpio é presidente do PSL-SP e foi eleito deputado federal nestas eleições
Major Olímpio é presidente do PSL-SP e foi eleito deputado federal nestas eleições
Foto: NEWTON MENEZES/FUTURA PRESS / Estadão

Ainda segundo o dirigente do PSL, o partido decidiu ficar neutro na disputa estadual e liberou seus militantes. "Não vamos entrar em lutas domésticas. O PSL liberou inclusive nos Estados onde está no segundo turno. Nosso foco é a campanha do Jair Bolsonaro".

Na manhã desta quarta-feira, 10, França faz campanha em Suzano ao lado do presidente licenciado da Fiesp, Paulo Skaf (MDB), candidato derrotado do MDB ao governo paulista. O governador do PSB busca se aproximar do eleitorado de Jair Bolsonaro, apesar do seu partido ter optado por apoiar Fernando Haddad (PT) na disputa presidencial.

Os diretórios do PSB em São Paulo e no Distrito Federal foram os únicos liberados de seguir a orientação nacional. O candidato do PSDB ao governo, João Doria, tenta colar em Márcio França o selo de "petista", apesar de o PT não ter declarado apoio formal ao governador.

Veja também

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade