PUBLICIDADE

Duas pessoas são detidas no DF por boca de urna

26 out 2014 - 13h45
Compartilhar
Exibir comentários

Duas pessoas foram detidas no Distrito Federal fazendo boca de urna, uma em Sobradinho e outra em Ceilândia, regiões administrativas. “Todas as forças de segurança estão unidas, observando os 599 locais de votação do DF”, assegurou o diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral, Arthur Cézar da Silva, em entrevista coletiva.

O procedimento padrão para situação de boca de urna é conduzir o infrator à delegacia e lavrar um termo circunstanciado. Em seguida, o infrator é liberado sob pagamento de fiança.

O diretor informou ainda que das 6.452 urnas em funcionamento neste domingo (26), 29 foram substituídas até agora. Dessas, 19 apresentaram problemas com a leitura biométrica. Duas foram substituídas a pedido do mesário, que esqueceu de ligá-las na tomada e pensou que estivessem quebradas. Depois da substituição, foi constatado que as urnas não tinham problemas.

O Distrito Federal está com 680 urnas reserva para substituição. No primeiro turno, 219 urnas foram trocadas por falhas na leitura das impressões digitais.

Ao todo, 1.897.677 pessoas estão aptas a votar no DF. No primeiro turno, 88,33% do eleitorado foram às urnas.

Veja o cenário eleitoral nos estados Veja o cenário eleitoral nos estados

Agência Brasil Agência Brasil
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade