PUBLICIDADE

Você Sabia? É mais fácil ser atingido por um raio ou ganhar na Mega-Sena?

13 nov 2013 14h25
| atualizado às 14h29
ver comentários
Publicidade

Um décimo de segundo pode ser o suficiente para matar alguém. É, em média, o tempo mínimo que dura um raio. No Brasil, morrem cerca de 130 pessoas vítimas de raios por ano. A cada 50 mortes desse tipo no mundo, uma é aqui. O estrago vai além do efeito fatal: cerca de 500 pessoas ficam feridas anualmente em decorrência de descargas elétricas. Desses ferimentos, podem surgir os mais variados tipos de sequelas - tanto físicas quanto psicológicas. A nossa localização geográfica - o maior país da denominada zona tropical do planeta - justifica a incidência de mais de 50 milhões de raios por ano. Aqui, o clima é mais quente e favorece a formação de tempestades, o que acaba por ocasionar a incidência de raios.

A nossa localização geográfica justifica a incidência de mais de 50 milhões de raios por ano
A nossa localização geográfica justifica a incidência de mais de 50 milhões de raios por ano
Foto: Geferson-Fischer/Elat INPE / Divulgação

O coordenador do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Osmar Pinto Junior, acredita que 80% das mortes ocorridas por raios no Brasil poderiam ser evitadas se a população tivesse consciência do que fazer quando ocorrem as tempestades. Desde 2000 até 2012, 1.601 pessoas morreram no Brasil, atingidas por raios.

Recentemente, foi lançado o documentário Fragmentos de paixão, que apresenta a temática dos raios sob uma perspectiva histórica, cultural e científica, uma dica para quem quiser saber mais sobre o assunto. 

 

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/educacao/infograficos/voce-sabia-raios/" href="http://noticias.terra.com.br/educacao/infograficos/voce-sabia-raios/">É mais fácil ser atingido por um raio ou ganhar na Mega-Sena?</a>
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade