PUBLICIDADE

Educação

Superar o drama de uma geração de alunos exige esforços

Nossa população tem conhecimentos matemáticos reduzidos. Esse já não é um conteúdo simples de se ensinar e aprender com aulas presenciais, e ficou muito mais difícil com aulas online

28 abr 2021
05h10 atualizado às 08h19
0comentários
05h10 atualizado às 08h19
Publicidade

Já prevíamos que os impactos do distanciamento da escola seriam grandes, mas os dados da pesquisa feita pelo governo de São Paulo, que estima 11 anos até recuperarmos a aprendiagem perdida na pandemia, mostram que superamos qualquer expectativa ruim. A aprendizagem não ocorreu. Esses dados agora também podem apontar o que precisa ser feito. Vamos ter de ensinar os alunos para minimizar impactos, e não levar para a frente uma desigualdade educacional que já é grande.

 Sala de aula do tradicional colégio da zona sul de São Paulo (SP), na região de Santo Amaro
Sala de aula do tradicional colégio da zona sul de São Paulo (SP), na região de Santo Amaro
Foto: Marco Ambrósio / Futura Press

Nossa população tem conhecimentos matemáticos reduzidos. Esse já não é um conteúdo simples de se ensinar e aprender com aulas presenciais, e ficou muito mais difícil com aulas online.

Minimizar os danos vai exigir esforço de todos nós, com política consistente, investimentos, recursos didáticos, bom planejamento e priorização da aprendizagem. Será preciso investir na formação dos professores, ampliação do horário dos alunos na escola e avaliação frequente das políticas. Além disso, será necessário esforço coordenado por toda a sociedade, para entender que esse problema vai afetar o desenvolvimento de uma geração.

*DIRETORA DO INSTITUTO REÚNA E EX-SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DO MEC

Estadão
Publicidade
Publicidade