USP fica sem internet após ataque ao sistema de transmissão

Grupo danificou cabos perto de agências bancárias no câmpus Butantã

4 jun 2018
19h56
atualizado às 21h28
  • separator
  • comentários

Parte da Universidade de São Paulo (USP) ficou sem serviço de telefonia e internet nesta segunda-feira, 4, depois que um sistema ótico de transmissão de dados foi danificado durante o feriado. Segundo a instituição, um grupo ainda não identificado atacou a rede de cabos, que estavam enterrados.

<p><strong>Cidade Universitária | Cidade Universitária | Linha 9-Esmeralda</strong></p><p>Inaugurada na década de 60, a <strong>Cidade Universitária Armando Salles de Oliveira</strong> é sede da Universidade de São Paulo e tem mais de oito mil metros quadrados, muitas áreas verdes e prédios das mais diversas formas arquitetônicas. Lá você pode encontrar a famosa Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, que guarda mais de 60 mil livros e documentos sobre o Brasil, além de museus, como o Museu de Arqueologia e Etnologia, o Museu Oceanográfico e o Museu de Geociências. Além de receber milhares de ciclistas e pessoas que vão a passeio, o campus também é famoso por sediar eventos como a corrida anual <em>Volta da USP</em>.</p>
Cidade Universitária | Cidade Universitária | Linha 9-EsmeraldaInaugurada na década de 60, a Cidade Universitária Armando Salles de Oliveira é sede da Universidade de São Paulo e tem mais de oito mil metros quadrados, muitas áreas verdes e prédios das mais diversas formas arquitetônicas. Lá você pode encontrar a famosa Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, que guarda mais de 60 mil livros e documentos sobre o Brasil, além de museus, como o Museu de Arqueologia e Etnologia, o Museu Oceanográfico e o Museu de Geociências. Além de receber milhares de ciclistas e pessoas que vão a passeio, o campus também é famoso por sediar eventos como a corrida anual Volta da USP.
Foto: Shutterstock / Guia da Semana

Segundo a USP, o ataque ocorreu em uma área onde ficam agências bancárias, perto Reitoria, no câmpus Butantã, na zona oeste de São Paulo. Os sistemas de internet e telefonia do prédio da Reitoria, no entanto, funcionavam normalmente nesta segunda.

A USP trata o caso como vandalismo e disse que não houve roubo de cabos - apenas danificação. As imagens de câmeras de monitoramento, que registraram a ação, estão sendo analisadas. Segundo a universidade, a previsão é de que até a manhã desta terça-feira, 5, o sistema esteja normalizado. A USP não detalhou quantas unidades foram afetadas.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade