PUBLICIDADE

Férias no museu: 10 passeios para adultos e crianças

Em todo o Brasil, existem opções de museus que fogem do tradicional e podem ser alternativas de diversão, além do conhecimento

18 jan 2015 08h09
| atualizado às 10h30
ver comentários
Publicidade

Descanso, viagem, praia e mais. São muitas alternativas para montar o seu roteiro de férias. Mas se você ficou na cidade, que tal um passeio diferente? Em todo o Brasil, existem opções de museus que fogem do tradicional e podem ser alternativas de diversão, além do conhecimento. Algumas exposições se destacam pela interatividade. Outras apresentam curiosidades sobre personagens ou artistas. Listamos 10 museus brasileiros que podem ser atrações interessantes para as suas férias.  

Museu do Futebol (SP)

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Que tal aproveitar a pré-temporada para curtir um pouco de futebol? Além de conhecer a história do esporte preferido dos brasileiros, você pode jogar botão e se divertir com outras atividades gratuitas durantes as férias. O Museu do Futebol de São Paulo, junto ao estádio Pacaembu, é um campo de sonhos para os fãs.

O museu é divido em 16 setores, onde o visitante relembra os maiores ídolos do futebol brasileiro, a história de todas as Copas do Mundo, os números e estatísticas de cada clube, a festa das torcidas, a origem do esporte no Brasil, além dos lances inesquecíveis que já aconteceram nos gramados do País. Até mesmo os momentos tristes, como a derrota brasileira para o Uruguai na final da Copa de 1950, tem espaço na mostra.

O Museu do Futebol fica aberto de terça a domingo, das 9h às 17h. O ingresso custa R$ 6, estudantes e aposentados pagam R$ 3, e o acesso é gratuito aos sábados. Fique atento aos horários diferenciados em dias de jogos no Pacaembu. A programação especial de férias vai até 1º de fevereiro, com atividades gratuitas, como futebol de botão, desenho e jogos educativos. Só correr para o abraço.

Museu de Ciência e Tecnologia da PUC-RS

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Logo na entrada, está um esqueleto de uma baleia de 15 metros. No terceiro pavimento, o visitante tem que solucionar um crime por meio de técnicas de investigação forense, que é o destaque de séries de televisão como CSI. Para completar, os corajosos ficam amarrados a um giroscópio e se sentem como um astronauta no espaço. A interatividade é a aposta do Museu de Ciência e Tecnologia da PUC-RS, em Porto Alegre, para entreter os alunos no período de férias.

O horário de funcionamento, de terça a sexta-feira, é das 9h às 17h. Aos sábados, domingos e feriados, o museu abre às 10h e fecha às 18h. O valor da entrada é R$ 24. Estudantes, professores, crianças de 4 a 12 anos e pessoas de mais de 60 anos pagam meia-entrada.

Museu dos Brinquedos (MG)

Quem disse que é preciso escolher entre brincar e ir ao museu? O Museu dos Brinquedos, em Belo Horizonte, Minas Gerais, mostra que é possível combinar as duas coisas - com mais de 5 mil objetos no acervo e 800 em exposição permanente. A ideia foi da mineira Luiza de Azevedo Meyer, que guardou brinquedos próprios, dos 10 filhos e ainda dos 23 netos desde 1912! Por conta disso, as prateleiras prometem dar uma sensação de nostalgia também aos adultos.

Entre 1986 e 1999, Luiza apresentou o acervo em diferentes lugares, como shoppings e galerias de arte. Após sua morte, em 2000 - ou, como o site oficial do museu cita, “quando Luiza foi brincar com as estrelas” -, família e amigos criaram um Instituto Cultural, que veio a se tornar o museu em 2006.

As portas estarão abertas a partir de 12 de janeiro, das 9h às 17h, de segunda a sexta. Já aos sábados e feriados, o horário de funcionamento é entre 10h e 17h. O ingresso custa R$ 20. Para crianças menores de 12 anos ou maiores de 60 anos, há meia entrada.

Catavento Cultural e Educacional (SP)

Bob Esponja é a atração de férias do Catavento Cultural e Educacional, em São Paulo. Até 25 de janeiro, as crianças aprendem a fazer os famosos hambúrgueres de siri, participam de caças ao tesouro, pescam no barco do Bob Esponja e tiram fotos ao lado do personagem em pedra.

O Catavento é, segundo o site oficial, o museu mais frequentado do Estado de São Paulo, com mais de 2,3 milhões de visitantes. Além das atrações especiais de férias - como o Bob Esponja, sessões de cinema 3D, oficinas de robótica, entre outras -, as exposições permanentes do museu permitem tocar em um meteorito de verdade, entrar em uma sala que simula uma nave espacial, conhecer cavernas e paisagens de todo o mundo.

O museu funciona de terça a domingo, com entrada das 9h às 16h, as atividades são encerradas às 17h. Aos sábados, o acesso ao Catavento é gratuito. A entrada custa R$ 6. Há meia-entrada para crianças de 4 a 12 anos, estudantes, aposentados e idosos e pessoas com deficiência. 

Museu de Cera da Gramado (RS)

Museu de Cera da Gramado (RS)
Museu de Cera da Gramado (RS)
Foto: Cleiton Thiele

Foto: Cleiton Thiele

Imagine passar as férias ao lado de Batman, Coringa, Homem de Ferro, Jack Sparrow ou Harry Potter. Ou então finalmente conseguir tirar uma selfie com Paul McCartney, Neymar, Beyoncé ou com a rainha Elizabeth II. No Museu de Cera de Gramado, na serra gaúcha, é possível. 

O lugar foi o primeiro da América Latina a apresentar ídolos do cinema e da cultura pop, em 2009. Hoje conta com mais de 90 personalidades, em 20 cenários temáticos. Recentemente, uma estátua de Chapolin Colorado foi erguida no museu, após o falecimento do ator mexicano Roberto Goméz Bolaños em novembro de 2014. 

O museu funciona das 9h às 19h na alta temporada, e o ingresso custa R$ 40. Para crianças de 4 a 12, o preço é de R$ 30, enquanto que idosos pagam R$ 20. Atualmente, há outros museus de cera no Brasil, como o da cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro e o Dreamland de Foz do Iguaçu, no Paraná.

Espaço Ciência (PE)

Espaço Ciência (PE)
Espaço Ciência (PE)
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Ao contrário de muitos museus, o Espaço Ciência, em Olinda, Pernambuco, tem a maior parte de sua área de 120 mil metros quadrados a céu aberto. Por isso, é um lugar interessante para quem busca uma atividade didática aproveitando o dia e as férias escolares. Além de planetário, laboratórios de ciências e informática e um prédio de exposições, o Espaço conta com um manguezal e duas trilhas. Outra atividade em destaque é passear em um barco movido a energia solar, renovável e silenciosa.

De segunda a sexta, o parque funciona das 8h às 12h e das 13h às 17h. Já nos sábados e domingos, o Espaço Ciência abre mais tarde, às 13h30, e fecha às 16h30. A entrada é gratuita.

O Mundo Segundo Mafalda (SP)

Uma menina crítica, esperta e que odeia sopa. Assim é Mafalda, criança que completou 50 anos em 2014, criada pelo cartunista argentino Joaquín Salvador Levado Tejón, o Quino. Para homenagear Mafalda e sua turma, a também argentina Sabina Villagra idealizou a exposição “O mundo segundo Mafalada”. A mostra leva os visitantes para o universo da personagem, apresentando o carro e a TV da família. Ao longo de 13 módulos, a evolução de Mafalda é contada e as crianças são convidadas a participar de oficinas, pintar, desenhar e recriar a personagem. 

A exposição já passou por México e Chile, e fica em São Paulo até 28 de fevereiro, na Praça das Artes, das 9h às20h. A entranda é franca.

Museu Mazzaropi (SP)

Museu Mazzaropi (SP)
Museu Mazzaropi (SP)
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Os mais jovens podem não conhecer o famoso Jeca Tatu, mas ele ainda é capaz de arrancar risadas de gente de todas idades. A história, vídeos e fotos do personagem podem ser encontrados no museu dedicado à vida de seu intérprete e criador, o ator Amácio Mazzaropi. Nascido em 1912, Mazzaropi foi um dos maiores atores e cineastas do País. Sua história se confunde com a do cinema nacional e ambas são contadas e revividas no museu Mazzaropi. 

Além de fotos, filmes e objetos do ator e de seus personagens, os visitantes encontram várias peças e equipamentos utilizados para a produção cinematográfica na época do ator. É possível interagir com painéis, compreender como funciona a projeção de um filme e como ela se relaciona com a retina humana. Para completar, o museu fica em um hotel fazenda, onde você pode relaxar e curtir a natureza. 

O museu fica em Taubaté (SP), na Estrada Municipal Amácio Mazzaropi, 249, e funciona de terça a domingo, das 8h30 às 12h30.

Museu TAM (SP)

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Museu de aeronaves da TAM - em São Carlos, a 240 quilômetros da capital paulista - é uma boa escolha para o estudante que sonha ser piloto. Estão expostos mais de 70 aeronaves, entre elas uma réplica do 14 Bis de Santos Dumont, um Messerschmitt alemão, fabricado em 1943 e usado em combates da 2ª Guerra Mundial, além de um Cessna 305A Bird Dog, usado pelos Estados Unidos nas guerras da Coreia e do Vietnã. Também existe um espaço destinado a crianças, onde acontecem jogos e brincadeiras durante a visita.

O museu abre de quarta a domingo, das 10h às 16h, com entradas até as 15h. A dica é ir na quarta-feira, quando o ingresso é gratuito - nos demais dias, o valor do ingresso R$ 25. Para crianças de até 6 anos e idosos com mais de 65, a entrada sempre é livre. Há meia-entrada para estudantes, profissionais da educação, crianças de 7 a 12 anos e idosos de 60 a 64 anos. 

Museu DICA (MG)

Diversão até no nome! O museu Diversão com Ciência e Arte (DICA), da Universidade Federal de Ubelândia, tem a proposta de abordar conhecimento, ciência e tecnologia de forma interativa e divertida. Os visitantes podem interagir com os materiais e experiências, desenvolvidos na universidade e compreender o que produz os fenômenos naturais. Além das atividades desenvolvidas no museu, os jovens são estimulados a realizar tarefas depois da visita, como construção de maquetes, desenvolver experiências em casa.

O DICA fica no Campus Santa Mônica, da Universidade Federal de Uberlândia, na avenida João Naves de Ávila, 2121. As visitas devem ser agendadas pelo telefone (31) 3230 9517, ou pelo e-mail: dica@infis.ufu.br.

Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra
Publicidade
Publicidade