PUBLICIDADE

Transplante capilar lidera buscas no Google

Com a popularização do procedimento, médico especialista em tricologia e dermatologia explica como o transplante capilar de maior densidade folicular traz resultados melhores e mais naturais.

6 mai 2024 - 13h51
Compartilhar
Exibir comentários

Antes alvo de comentários e até críticas, o transplante capilar deixou de ser um procedimento feito "às escondidas" para ganhar cada vez mais popularidade. Não à toa, ele se tornou um dos termos mais pesquisados no Google.

Foto: Image by Anna_Ostanina / DINO

Os dados são da própria ferramenta de busca, por meio do Trends - que indica quais são os assuntos mais procurados na plataforma. De acordo com o divulgado, desde 2004, o transplante capilar é o termo mais pesquisado no quesito "transplantes", com 48% das buscas no site. Para se ter uma ideia, em segundo lugar aparece a medula, seguida por coração, rins, córneas e fígado.

Para o médico tricologista e dermatologista especializado em transplantes capilares Dr. Marcelo Nogueira, essa informação reflete a importância que as pessoas atribuem à estética e à autoconfiança no país. "O cabelo desempenha um papel significativo na aparência e autoestima e o transplante capilar oferece uma solução eficaz e definitiva para aqueles que desejam restaurar sua densidade capilar e melhorar sua autoimagem."

Segundo a Associação Brasileira de Restauração Capilar (ABCRC), existem diferentes perfis de pessoas que buscam pelo transplante capilar. Os dados indicam que cerca de 80% dos pacientes enfrentam a queda de cabelo de origem genética. Uma das causas que mais levam pacientes aos consultórios em busca de um transplante capilar é, por exemplo, a chamada alopecia androgenética, mais conhecida como calvície. 

A ABCRC revela também que 10% dos pacientes sofrem com queda derivada do uso de medicamentos, por questões hormonais, nutricionais ou mesmo problemas dermatológicos. Por fim, 5% procuram por reconstrução e outros 5% por cirurgia pós-cosmética.

Os diferentes tipos de transplante capilar

O Dr. Marcelo Nogueira explica que "o transplante capilar é um procedimento cirúrgico pouco invasivo, no qual folículos capilares saudáveis são transplantados de áreas doadoras para áreas receptoras no couro cabeludo." Segundo ele, tais folículos são geralmente retirados da parte de trás e laterais da cabeça, "onde o cabelo é geneticamente resistente à queda, e são implantados nas áreas onde a perda capilar é mais evidente", destaca.

Existem, no entanto, diferentes tipos deste procedimento. Um deles é o transplante capilar de alta densidade, uma técnica mais avançada que visa criar uma aparência mais densa e natural. Isso porque o cirurgião consegue, também, controlar melhor a direção e a angulação dos folículos, que leva a resultados mais satisfatórios.

Ainda segundo o médico tricologista, no transplante convencional, os folículos são implantados em espaçamentos maiores. Já o de alta densidade, no entanto, envolve a implantação de um número bem maior de folículos capilares por centímetro quadrado. "Isso resulta em uma cobertura mais densa e uma aparência mais completa, especialmente em casos de perda capilar avançada ou quando se busca uma linha capilar muito definida e espessa", elucida o dermatologista.

Alguns cuidados garantem o sucesso do transplante

Assim como os demais procedimentos estéticos ou de saúde, é preciso selecionar bem o profissional que será responsável pelo transplante. De acordo ainda com a ABCRC, cerca de 12% dos afiliados à Associação atenderam pacientes que buscavam a correção de cirurgias anteriormente realizadas. Muitos deles por terem realizado seus procedimentos em clínicas clandestinas ou profissionais não-qualificados.

Destes, a Associação divulgou que 15% precisaram refazer o transplante capilar por completo. "É importante escolher um cirurgião especializado e experiente em transplante capilar, a fim de garantir, assim, resultados seguros e satisfatórios", enfatiza o Dr. Marcelo Nogueira.

O médico tricologista também chama atenção para o pós-operatório. "É crucial que os pacientes entendam os cuidados pós-operatórios necessários para otimizar os resultados e minimizar o risco de complicações."  

Para mais informações, basta acessar: https://marcelonogueira.com/ 

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade