3 eventos ao vivo

Aplicativos para celulares movimentam bilhões de reais no Brasil

Os de educação ganham cada vez mais espaço neste mercado

15 mai 2018
16h58
  • separator
  • comentários

Na era tecnológica os aplicativos comandam o espaço. Em 2016 foram realizados 149 bilhões de downloads de aplicativos, o que gerou um lucro de U$ 61,8 bilhões e os números estão crescendo.

Foto: DINO

A pesquisa foi feita pela App Annie Forecas, empresa analista de mercado. A pesquisa continua falando sobre dimensões ainda maiores até o ano de 2021.

O Brasil está entre os 3 primeiros países que lideram esse mercado. O brasileiro utiliza-se de aplicativos para as mais diversas atividades rotineiras. Sendo assim, as empresas veem nisso a oportunidade de criar o que a demanda pedir.

E o que tem sido muito apreciado são os apps educativos que aliam conhecimento à tecnologia. A pessoa pode estudar e até mesmo se profissionalizar por meio do celular com direito a certificado e diploma reconhecido. Basta acessar, praticar e estudar. A resposta tem sido positiva pois, além do conhecimento adquirido o indivíduo pode adentrar o mercado profissional capacitado com o que aprendeu.

Pensando nisso, a BeautyClass chegou na frente com um aplicativo de cursos online para cabeleireiros e maquiadores em todo o Brasil.

Uma ideia para profissionais da beleza que não têm tempo a perder e precisam se atualizar constantemente para enfrentar o mercado que hoje tem mais de 3 milhões de profissionais apenas no Brasil. O aplicativo possui cursos de vários temas como corte, mechas, maquiagem, administração e marketing digital.

Tudo focado no mercado da beleza. Até o final de 2018 o aplicativo permitirá que quem nunca atuou no ramo se forme um profissional completo utilizando seus cursos. Será uma oportunidade para quem não é do ramo conseguir se profissionalizar em pouco tempo e sem grandes investimentos. Hoje o aplicativo custa menos de R$300,00 reais por ano.

É uma ferramenta que possui um diferencial de outros cursos para cabeleireiros e maquiadores. O usuário tem toda aula disponível na plataforma do aparelho para assistir onde estiver, fazer o download e rever quantas vezes for necessário. Este avanço na área da beleza permite a mobilidade do profissional que pode se aperfeiçoar em qualquer hora e lugar. Sabendo dos problemas de acessibilidade, internet cara e falha na maioria dos estados, além de ainda inacessível para alguns, a possibilidade de Download assim como o Netflix agradou muito os usuários.

Em novembro de 2017, mesmo antes do lançamento a BeautyClass já tinha mais de 20.000 profissionais cadastrados em uma lista de lançamento. Até o meio do ano o aplicativo estará pronto para a venda no exterior com cursos e a plataforma inteira em Inglês e Espanhol. Hoje já são mais de 15.000 usuários em todos os estados do Brasil, Colômbia, Peru, Reino Unido, Chile e México.

Com a nova versão em vários idiomas o mercado externo será o foco no próximo ano. Devido à alta do dólar o preço é muito atrativo e segundo o CEO da empresa, Pedro Castro os profissionais brasileiros são muito queridos lá fora.

"...Fazíamos vários cursos presencias. A motivação e vontade de aprender das pessoas, nos impulsionava a fazer sempre mais! Ao notar que os cursos presenciais possuíam valores altos devido ao cachê dos profissionais, e que muitos não podiam participar, se tornou nossa missão encontrar uma forma de levar a mesma qualidade dos cursos às pessoas de uma forma mais acessível. Isso tem impactado milhares de profissionais! Vejo mensagens de pessoas de vários Estados comentando como este aplicativo facilitou o aprendizado e mudou sua vida profissional..." Pedro Castro - CEO BeautyClass

O CEO da empresa já está no mercado a beleza a 10 anos produzindo eventos que chegavam a custar 3.000 reais por pessoa apenas um dia, a ideia é levar isso a todas as pessoas independentemente de onde estão.



Website: http://www.beautyclass.tv
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade