PUBLICIDADE

Desaparecimento de PM no litoral de SP completa um mês; saiba detalhes

Luca Romano Angerami foi visto pela última vez perto de um ponto de tráfico de drogas em Guarujá, no dia 14 de abril

15 mai 2024 - 08h30
(atualizado às 09h06)
Compartilhar
Exibir comentários

O desaparecimento do PM Luca Romano Angerami, de 21 anos, completou um mês nesta terça-feira (14). Ele foi visto pela última vez perto de um ponto de tráfico de drogas em Guarujá, no litoral de São Paulo.

PM Luca Romano Angerami foi visto pela última vez próximo a uma 'biqueira' em Guarujá (SP), no dia 14 de abril
PM Luca Romano Angerami foi visto pela última vez próximo a uma 'biqueira' em Guarujá (SP), no dia 14 de abril
Foto: Reprodução / Perfil Brasil

Segundo informações do portal g1, desde o começo das buscas pelo agente policial, oito corpos já foram encontrados e nove homens foram presos suspeitos de envolvimento no crime.

O jovem PM saiu de uma adega na comunidade Santo Antônio, onde bebia com um casal, e dirigiu sozinho até a 'biqueira' na madrugada de 14 de abril. Ele teria ficado no carro por aproximadamente 40 minutos, até que dois homens se aproximaram do carro e renderam o PM.

Embora o caso já seja tratado como homicídio pela Polícia Civil, os agentes permanecem em campo para identificar e prender os autores do crime e dar um desfecho ao caso.

"O desaparecimento do policial militar segue em investigação pela Polícia Civil com apoio da Polícia Militar", disse a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), nesta terça-feira (14).

Câmeras de monitoramento gravaram o PM

Depois de o PM sair da adega, câmeras de monitoramento filmaram o agente sendo acompanhado por um homem até a 'biqueira' onde foi visto pela última vez em Guarujá. Esse rapaz foi preso no último dia 19 de abril.

As imagens, obtidas pela TV Tribuna, emissora afiliada à Globo, mostram quando o PM chega a uma rua na comunidade às 6h41 em um carro de cor prata. O veículo era semelhante ao automóvel dele, que foi encontrado abandonado na Rodovia Cônego Domênico Rangoni.

Após o carro ser manobrado na via, o agente saiu do veículo. Luca vestia uma camiseta preta e calça jeans - como as roupas que usava na adega. Ele também estava 'acompanhado' de perto pelo outro homem, que usava bermuda branca e uma camiseta vermelha. Os dois entram em uma rua e, em seguida, não são mais vistos.

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade