PUBLICIDADE

Räikkönen diz que Covid-19 "é coisa do passado" e se anima com retorno à Alfa Romeo

Kimi Räikkönen perdeu os GPs da Holanda e da Itália por Covid-19. O finlandês prega foco no GP da Rússia, ainda mais após ver "algum potencial" na Alfa Romeo nas últimas semanas

23 set 2021 09h48
ver comentários
Publicidade
Kimi Räikkönen volta ao grid da F1 em Sóchi
Kimi Räikkönen volta ao grid da F1 em Sóchi
Foto: Alfa Romeo / Grande Prêmio

SAINZ: 'NÃO QUERO SER UM BARRICHELLO' NA F1. FOI DEPRECIATIVO?

Kimi Räikkönen está de volta ao paddock da Fórmula 1. O finlandês, ausência nos últimos dois GPs por contrair Covid-19, garantiu um retorno à altura do GP da Rússia desta semana. Kimi, acima de tudo, vai se esforçar para deixar o contratempo no passado e buscar um bom resultado pela Alfa Romeo.

"Eu estou bem, obrigado", disse Räikkönen em entrevista coletiva. "Fico feliz por voltar ao carro depois de perder duas corridas. É claro que ninguém quer testar positivo, mas é o que aconteceu e precisamos respeitar as regras. Tudo isso já é coisa do passado, meu foco está aqui, em Sóchi", seguiu.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Kimi Räikkönen voltará à F1 no fim de semana do GP da Rússia (Foto: Alfa Romeo)

Räikkönen foi substituído por Robert Kubica nos GPs da Holanda e da Itália. O polonês teve dificuldades após um ano e meio de ausência na F1, mas o companheiro Antonio Giovinazzi encontrou velocidade no bólido alvirrubro. O italiano levou a Alfa Romeo ao Q3 duas vezes e, apesar de sofrer nas corridas, deixou claro que o carro pode render bons resultados.

"A equipe mostrou algum potencial nas últimas corridas, mas agora é hora de converter isso em bons resultados. Não acho que esse meu retorno tem algo de diferente. Só quero fazer meu trabalho e, tomara, fazer uma boa corrida. Ele [Kubica] até poderia conseguir um resultado melhor, mas certamente não é fácil voltar a uma corrida após tanto tempo longe. Nunca seria algo fácil, mas eles fizeram o melhor possível", concluiu Räikkönen.

Räikkönen faz em 2021 a despedida da Fórmula 1. O piloto será substituído por outro finlandês, com Valtteri Bottas trocando Mercedes por Alfa Romeo. A outra vaga segue sem dono, sendo a última incerteza no mercado de pilotos para 2022. 

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade