PUBLICIDADE

Pfizer diz que vacina apresenta eficácia em adolescentes

Imunizante é o único autorizado no Brasil para a faixa etária de 12 a 15 anos

22 nov 2021 17h07
| atualizado às 17h12
ver comentários
Publicidade
Na foto, vacina da Pfizer / BioNTech.
Na foto, vacina da Pfizer / BioNTech.
Foto: ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA / Estadão

A Pfizer anunciou nesta segunda-feira, 22, que sua vacina contra a covid-19 ofereceu forte proteção de longo prazo contra o vírus em um estudo de estágio avançado conduzido com adolescentes de 12 a 15 anos. A vacina da Pfizer é a única autorizada para essa faixa etária no Brasil.

Mais de 2.200 menores de 12 a 15 anos foram avaliados por pelo menos quatro meses após a segunda dose: entre os adolescentes que receberam o placebo, houve 30 casos de covid-19 e nenhum no grupo vacinado. Ou seja, foi 100% eficaz contra os casos sintomáticos da doença.

Os dados foram coletados entre novembro de 2020 e setembro de 2021, disse a Pfizer em seu comunicado. Além disso, "nenhuma preocupação séria de segurança foi observada entre os indivíduos com pelo menos seis meses de acompanhamento", acrescentou a gigante farmacêutica.

As vacinas de RNA mensageiro Pfizer e Moderna têm sido associadas a um risco aumentado de miocardite, uma inflamação do músculo cardíaco, principalmente em homens jovens. Mas esses casos permanecem raros e os benefícios da vacinação superam esse risco, dizem os especialistas.

"Esses dados adicionais fornecem confiança adicional na eficácia e no perfil de segurança de nossa vacina em adolescentes", disse Albert Bourla, chefe da Pfizer, citado no comunicado.

 

Estadão
Publicidade
Publicidade