1 evento ao vivo

Isolamento fica em 51% na Grande SP no 1º dia de 'feriadão'

Meta do governo estadual é manter ao menos 55% da população em casa para evitar risco de colapso na saúde

21 mai 2020
12h46
atualizado às 13h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

No primeiro dia de feriadão em São Paulo, aprovado pela Prefeitura da capital para conter o avanço do novo coronavírus, o isolamento social na capital ficou em 51% na quarta-feira, 20. O resultado representa um aumento de dois pontos porcentuais em relação aos dias anteriores, antes do início dos feriados antecipados.

Movimentação de ciclistas e pessoas usando máscaras de proteção na Avenida Paulista, na região central de São Paulo
Movimentação de ciclistas e pessoas usando máscaras de proteção na Avenida Paulista, na região central de São Paulo
Foto: Fábio Vieira/FotoRua/Estadão Conteúdo

Os dados são do sistema de monitoramento do governo estadual. Em todo o Estado, a média de isolamento social foi de 49% na quarta, um ponto porcentual a mais do que no dia anterior.

A meta do governo é que 60% da população paulista fique em casa e, segundo os especialistas em saúde que compõem o centro de contingência estadual, o número ideal é 70%. As metas foram estipuladas para diminuir o ritmo de transmissão da covid-19 e evitar um colapso do sistema de saúde.

"Faço aqui um apelo para que as pessoas ficquem em casa. Mas, até aqui, há razões para aplaudir e agradecer a população de São Paulo", disse o governador João Doria (PSDB). "A boa noticia, também, é que o movimento nas rodovias de São Paulo foram, em me´dia inferiores às medias dos finais de semana."

Nas últimas 24 horas, as cidades paulistas registraram 4.080 novos casos de coronavírus e 195 mortes. Os números representam aumento de 6% no número de infectados e de 4% nos óbitos.

O feriadão, que teve início na capital nesta quarta com a antecipação do Corpus Christi, deve durar até a próxima segunda-feira, 25. A intenção do governo é aprovar hoje na Assembleia Legislativa a mudança do feriado da Revolução Constitucionalista, em 9 de Julho, para a próxima semana.

Nesta quarta-feira, o trânsito também diminuiu na capital. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a cidade de São Paulo não registrou congestionamentos e teve picos de lentidão de dois quilômetros, abaixo da média dos dias de semana no último mês.

Veja também:

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade