PUBLICIDADE

Fragrâncias que podem provocar boas sensações

Como o olfato mexe com as emoções, aromas podem ser usados no ambiente para combater a tensão, a ansiedade e o desânimo

27 nov 2021 05h10
ver comentários
Publicidade

O olfato é tão poderoso que somos capazes de reter até 10 mil odores, enquanto a visão pode perceber no máximo 200 cores, já apontaram pesquisas no campo dos sentidos. Como os aromas mexem com as emoções, as fragrâncias têm poder de mudar o clima do ambiente e provocar sensações em quem nele se encontra. Espalhadas no ar, por palitinhos dentro de frascos ou em difusores, elas servem não apenas para deixar um cheiro agradável, mas proporcionar bem-estar.

Um perfume pode evocar memórias e sentimentos e, assim, ajudar a combater a tensão, a ansiedade ou o desânimo. Para agir contra o estresse, um dos aromas possíveis de se usar é verbena. Canela traz alegria e carrega a conotação de prosperidade. Aromas cítricos acalmam e relaxam, mas cada um atua de um modo adicional. O limão, por exemplo, trabalha o foco e a concentração.

"Uma fragrância passa uma mensagem e pode trazer sensações boas", diz Alessandra Tucci, fundadora da Paralela Escola Olfativa. "É importante pontuar, porém, que existe aromaterapia e perfumaria. A primeira é uma ciência, cuida dos males da sociedade com óleos essenciais. Já a fragrância é uma fórmula complexa, com ingredientes naturais e sintéticos", diz a expert em perfumes, com 20 anos de experiência.

A aromaterapia trata problemas de saúde. "Agora, se você quer promover o bem-estar com algo sensorial, é o que a gente chama de aromaterapia vibracional ou holística", explica Maria Aparecida das Neves, criadora do Grupo Essence, com cursos na área. Psicóloga, ela é professora da pós-graduação de Naturopatia da Universidade Paulista (Unip) e da especialização em Fitoterapia e Plantas Medicinais da Escola de Educação Permanente do curso de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Com o avanço da vacinação e a proximidade do fim do ano, reuniões em família ou entre amigos vêm sendo planejadas. Alessandra dá dicas de aromas para criar uma atmosfera alegre. "De dia, podem ser cítricos, florais, madeiras leves. De noite, algo mais defumado, por exemplo, wood. Para olfatos sensíveis, uma lavanda."

A expert recomenda atenção aos nomes e às cores dos produtos quando for comprar uma fragrância. "Pelo nome ela já diz a que veio. Uma linha botânica tende a ser mais fresca do que uma do Oriente", diz Alessandra. "A cor, no geral, tem uma coerência com o olfativo. Algo mais para vermelho ou um tom fechado traz um ambiente sensual ou uma atmosfera noturna sofisticada."

Com uma equipe majoritariamente de mulheres, a Paralela usa a sensibilidade feminina para montar cursos e experiências. A primeira escola de perfumaria do Brasil, fundada em 2012 por Alessandra, mantém parceria exclusiva com a Cinquième Sens, de Paris, escola francesa com 45 anos.

Os blends de óleos essenciais em geral levam de 8 a 10 gotinhas, priorizando um aroma para se sobressair na mistura. No calor, cujo abafado pode causar mal-estar, puxe mais para herbáceos, caso do cipreste ou gerânio, indica Maria Aparecida. A especialista trouxe para o Brasil também em 2012 a Tisserand, renomada marca inglesa de aromaterapia.

Importante: é preciso gostar do cheiro escolhido porque ele não pode fazer bem se atacar a rinite ou causar desconforto. "Quando estamos procurando trazer uma sensação, precisamos levar em consideração a pessoa e o que ela está buscando. Mas temos uma gama grande de óleos essenciais, dá para trocar por aquele que é agradável", ensina Maria Aparecida.

Há um aroma para cada momento da vida? "Não existe uma única fragrância, existem estilos, assim como na moda", diz Alessandra. De forma semelhante ao universo dos vinhos, explica a expert, "tem de criar um repertório mínimo para se desenvolver no assunto". Para quem deseja percorrer esse caminho, a Paralela oferece cursos desde o nível iniciante. Empresas podem contratar treinamentos e experiências, como a que a escola preparou para a Booking, plataforma de reserva de hospedagem.

Que cheiros têm as viagens

Lugares também estão associados a aromas. Praia, por exemplo, está ligada a sol, água e até a cremosidade do protetor solar. Esse conjunto traz uma sensação olfativa com ele. Foi esse desafio que a Paralela aceitou da Booking: encontrar um aroma para cada estilo de viagem.

"A praia tem cheiro de brisa, mais aquoso e algo fresco. A fragrância pode conter algo de melão ou melancia. Tem também o calor e o lado solar. Aí a gente pode usar flores para lembrar isso e um pouco só de coco, para não pesar", explica Alessandra. "Na viagem de negócios, a gente foi mais para um tostado do café por causa dos eventos e coffee breaks."

Segundo pesquisa da Booking, os cheiros que os brasileiros mais escolheriam para relaxar em uma massagem ou em um hotel são: lavanda (48%), flores (44%) e hortelã (23%). O levantamento online foi feito em outubro de 2021 com 1.000 pessoas no Brasil que pretendem viajar nos próximos 12 meses, com o intuito de identificar aspectos sensoriais ligados às férias. Dos entrevistados, 73% associam prioritariamente ao cheiro de mar e praia, 54% ao de mato e campo, 45% ao de ar puro, 36% ao de temperos e especiarias; e 34% ao de café da manhã de hotel.

Que aroma usar para cada finalidade

Na hora de decidir que fragrâncias usar, preste atenção nos ingredientes predominantes nas fórmulas (de perfumes) ou nos blends (no caso de óleos essenciais).

Calma: Limão e laranja são alguns dos cítricos que suscitam calmaria quando usados em fragrâncias, naturais ou sintéticas. De acordo com Maria Aparecida, entre os óleos essenciais, a bergamota é um estabilizador de humor e agente contra a melancolia.

Vigor: Menta, além de refrescante, age contra a fadiga mental. Gengibre e cardamomo dão uma sensação de energia, diz a expert Alessandra.

Leveza: Em geral, devido ao frescor, os aromas florais podem ser usados para promover ambientes mais leves. Uma das flores mais usadas em essências é a lavanda, pura ou misturada. Por causa de sua suavidade, costuma ser bem-aceita por olfatos diversos. Relaxante, a lavanda é uma boa escolha contra a ansiedade.

Aconchego: Aromas como musk, sândalo e wood são opções para quem busca acolhimento. Especiarias mais quentes, como cravo e canela, podem ser usadas com esse mesmo fim, mas a pessoa precisa gostar de cheiros mais marcantes.

Onde aprender sobre fragrâncias

Paralela Escola Olfativa: O curso para iniciantes, chamado de Dia de Descoberta Online, sai por R$ 1.160; são três encontros de 2h30 cada. Para o Ateliê de Criação (R$ 790, 4h), está prevista uma turma presencial em janeiro. O combo com os dois está com desconto de 10% e custa R$ 1.755.

Grupo Essence: Com 10 horas de aula, online ou presencial, o Aromaterapia Básico ensina os benefícios dos óleos essenciais. Sai por R$ 450 por pessoa. A aula sobre óleos das escrituras sagradas, em 4 de dezembro, custa R$ 350 - até 29/11, sai por R$ 279,90.

Estadão
Publicidade
Publicidade