0

Espanha: Quase 900 mil perderam emprego na quarentena

País registra o maior índice de desemprego desde abril de 2017

2 abr 2020
11h03
atualizado às 11h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Dados da Previdência Social da Espanha mostraram nesta quinta-feira que cerca de 900 mil trabalhadores perderam o emprego desde 12 de março, quando o país entrou em quarentena devido ao novo coronavírus.

Prefeitura de Madri
31/03/2020
REUTERS/Sergio Perez
Prefeitura de Madri 31/03/2020 REUTERS/Sergio Perez
Foto: Reuters

Cerca de 898.800 trabalhadores perderam o emprego após o início do confinamento, sendo mais da metade referente a trabalhadores temporários, indicaram os dados.

O número de pessoas oficialmente registradas como desempregadas no país subiu para 3,5 milhões em março, o nível mais alto desde abril de 2017.

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade