PUBLICIDADE

CPI: Pfizer fez 1ª oferta de vacinas ao governo em agosto

Naquele mês, farmacêutica fez três ofertas de 30 milhões, 70 milhões e 30 milhões de doses, revelou o presidente para a América Latina

13 mai 2021 11h29
| atualizado às 11h44
ver comentários
Publicidade
O gerente-geral da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo, em pronunciamento à CPI
O gerente-geral da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo, em pronunciamento à CPI
Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

A primeira oferta da Pfizer ao governo brasileiro para venda de vacinas contra covid-19 foi feita no mês agosto do ano passado, disse nesta quinta-feira, 13, o presidente da farmacêutica norte-americana para a América Latina, Carlos Murillo, em depoimento à CPI da Covid no Senado.

Murillo afirmou que, na ocasião, no dia 14 de agosto, foram feitas duas ofertas vinculantes de vacinas, uma prevendo a entrega de 30 milhões de doses e uma segunda de 70 milhões de doses do imunizante, desenvolvido em parceria com a alemã BioNTech.

Frasco e seringa em frente ao logotipo da farmacêutica Pfizer
11/01/2021 REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo
Frasco e seringa em frente ao logotipo da farmacêutica Pfizer 11/01/2021 REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo
Foto: Reuters

O executivo da Pfizer afirmou ainda que, no dia 26 de agosto, foi feita uma terceira proposta, de 30 milhões de doses da vacina.

Veja também:

Covid-19 na Índia: a preocupação com as variantes em meio à crise no país:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade