0

Covid-19: Paraná assinará parceria com a Rússia para vacina

Imunizante foi aprovado após menos de dois meses do início dos testes em humanos

11 ago 2020
10h42
atualizado às 10h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O governo do Estado do Paraná assinará um acordo com a Rússia para uma parceria em uma vacina contra a covid-19, disse nesta terça-feira o diretor-presidente do Instituto de Tecnologia do Paraná, Jorge Callado, em entrevista à GloboNews.

Cientistas pesquisam possível vacina contra Covid-19 em São Petersburgo, na Rússia
11/06/2020 REUTERS/Anton Vaganov
Cientistas pesquisam possível vacina contra Covid-19 em São Petersburgo, na Rússia 11/06/2020 REUTERS/Anton Vaganov
Foto: Reuters

Mais cedo, o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que o país foi o primeiro a dar aprovação regulatória para uma vacina contra a doença provocada pelo novo coronavírus, que será comercializada internacionalmente com o nome de Sputnik 5, em referência ao primeiro satélite lançado ao espaço na história, pela então União Soviética em 1957.

Procurada, a Secretaria de Comunicação do governo do Estado do Paraná disse que o governador Ratinho Júnior (PSD) tem prevista uma reunião na quarta-feira com o embaixador russo no Brasil, mas não confirmou que será assinado um acordo de parceria para a vacina.

O chefe do fundo soberano da Rússia, Kirill Dmitriev, disse que a vacina deveria ser produzida no Brasil após aprovação regulatória.

A vacina foi aprovada após menos de dois meses do início dos testes em humanos, o que levou cientistas internacionais a questionarem se a Rússia não está colocando o prestígio nacional à frente de uma ciência sólida e segura.

Veja também:

Os navios gigantescos que a pandemia mandou para o desmanche
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade