1 evento ao vivo

Bolsas asiáticas fecham em baixa generalizada com apreensão gerada por covid-19

10 jul 2020
06h20
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

As bolsas asiáticas fecharam em baixa generalizada nesta sexta-feira, com as chinesas interrompendo um rali que durava mais de uma semana, em meio à crescente apreensão gerada pelo aumento de casos de coronavírus pelo mundo, particularmente nos EUA.

Nos negócios da China continental, o índice Xangai Composto teve queda de 1,95%, a 3.383,32 pontos, depois de acumular ganhos por oito pregões consecutivos, e o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 0,31%, a 2.251,00 pontos.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei recuou 1,06% em Tóquio hoje, a 22.290,81 pontos, enquanto o Hang Seng se desvalorizou 1,84% em Hong Kong, a 25.727,41 pontos, o sul-coreano Kospi cedeu 0,81% em Seul, a 2.150,25 pontos, e o Taiex registrou perda de 0,98% em Taiwan, a 12.073,68 pontos.

Ontem, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, alertou que o coronavírus não está sob controle na maior parte do mundo. "Está piorando. A pandemia ainda está acelerando", disse, acrescentando que o número total de casos dobrou nas últimas seis semanas". Globalmente, já são mais de 12 milhões de pessoas infectadas e mais de 550 mil óbitos.

A situação é particularmente preocupante nos EUA, que ontem relatou 64.771 novos casos de covid-19 num período de 24 horas, um novo recorde.

Na Oceania, o coronavírus também pressiona a bolsa australiana, depois que Melbourne, segunda maior cidade do país, foi obrigada a retomar nesta semana medidas de isolamento em meio a um novo surto da doença. O S&P/ASX caiu 0,61% em Sydney hoje, a 5.919,20 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também:

Por apoio à CPMF, Guedes vai propor cortar à metade tributos sobre salários
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade