0

Bach diz que Jogos de Tóquio em nova data exigirão sacrifício e compromisso de todos

25 mar 2020
11h15
atualizado às 11h54
  • separator
  • 0
  • comentários

Os Jogos de Tóquio em nova data exigirão sacrifícios e compromissos de todos os envolvidos, disse o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, nesta quarta-feira, antes de prever a realização de "um belo quebra-cabeça e Jogos Olímpicos maravilhosos".

Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach
25/03/2020
REUTERS/Denis Balibouse
Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach 25/03/2020 REUTERS/Denis Balibouse
Foto: Reuters

"Nossa missão é organizar os Jogos e realizar sonhos dos atletas", afirmou Bach, acrescentando que, embora a Olimpíada deva ser realizada antes do final do verão de 2021 no hemisfério norte, as datas não necessariamente se restringem aos meses de verão, que começa no final de junho.

O COI e o governo japonês finalmente sucumbiram à intensa pressão de atletas e órgãos esportivos e concordaram na terça-feira em adiar os Jogos para 2021 devido ao surto de coronavírus que se espalhou pelo mundo.

Foi um grande golpe para o Japão, que investiu 12 bilhões de dólares nos preparativos, mas também para o prestígio do movimento olímpico e do próprio Bach, que foi criticado por não reagir mais cedo diante da crise de saúde global.

Uma comissão de coordenação do COI, que está supervisionando os preparativos, agora trabalhará para determinar uma nova data no próximo ano em meio a um calendário esportivo caótico, severamente afetado pelo vírus.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade