3 eventos ao vivo

Tarde de 4 de junho foi mais fria do ano em São Paulo

Rio de Janeiro e Curitiba também registraram temperaturas máximas muito baixas. Saiba a tendência para os próximos dias.

4 jun 2018
17h42
  • separator
  • 0
  • comentários

A tarde de 4 de junho foi uma das mais frias do ano até agora nas capitais São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro. A baixa temperatura foi provocada pela combinação da presença do ar frio de origem polar com o excesso de nebulosidade sobre a região destas três capitais, que dificultaram a elevação da temperatura.

Tarde mais fria do ano em São Paulo

A tarde de 4 de junho foi a mais fria do ano até agora na cidade de São Paulo. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou apenas 17,4°C de temperatura máxima na estação meteorológica do Mirante de Santana, na zona norte da cidade.  O recorde anterior era de 18,0°C, em 20 de maio.

A sensação térmica às 16 horas na região do aeroporto de Congonhas era de 13°C.

Uma ligeira elevação da temperatura é esperada para os próximos dias, mas com a expectativa de períodos com sol. Porém, mais ar polar chega sobre a cidade no fim da semana e a temperatura vai cair novamente. A semana será amena. Veja como fica a previsão para os próximos dias.

 

 

Foto: Climatempo

Foto de Andre C., São Paulo (SP)

Provável tarde mais fria do em Curitiba

Em Curitiba, a tarde de 4 de junho provavelmente também foi a mais fria deste ano. O recorde atual é menor temperatura máxima de 15,7°C, no dia de 20 de maio, pela medição feita em termômetro convencional. Mas nesta segunda-feira, o INMET registrou apenas 13,3°C de temperatura máxima na medição automática.

A semana começou muito fria e poderá terminar gelada em Curitiba. Mais duas massas de ar frio de origem polar avançam sobre o Sul do Brasil e vão manter a temperatura baixa. A segunda massa de ar frio, o fim desta semana, poderá fazer com que Curitiba registre um nome recorde de menor temperatura de 2018 e também volte a ter condições para geada. O recorde atual de frio é de 5,0°C, em 22 de maio. Confira como fica o tempo no Sul do Brasil.

Frio no Rio de Janeiro

Muita nebulosidade, chuva e ventos frios de uma massa de ar de origem polar mantiveram a temperatura bastante amena no Rio de Janeiro nesta segunda-feira, 4 de junho. Segundo o INMET, a máxima foi de apenas 22,6°C, registrada em Jacarepaguá e na Vila Militar, os dois locais na zona oeste carioca. Esta foi uma das tardes mais frias de 2018 até agora na cidade do Rio de Janeiro.

Nesta terça-feira, 5, ventos quentes voltam a soprar sobre o Rio e há previsão de períodos com sol, o que vai fazer a temperatura subir. Mas duas frentes frias vão passar pelo litoral fluminense até o fim desta semana provocando chuva, muita nebulosidade e levando mais ar polar para o Rio de Janeiro.

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade