0

Furacão Michael entrou em solo dos EUA com ventos de 250 km/h

Sistema decai para a tempestade tropical nesta quinta-feira, 11, mas continua provocando chuva torrencial em vários estados dos EUA.

10 out 2018
22h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Com ventos de quase 250 km/h arrancando árvores, causando chuva torrencial e enormes ondas, o grande furacão Michael tocou o solo dos Estados Unidos na região de Mexico Beach (Flórida), no começo tarde desta quarta-feira, 10 de outubro. Michael, entrou em solo norte-americano como um furacão de categoria 4, na escala Saffir-Simpson que vai até o grau 5, e no fim da tarde ainda era um sistema extremamente forte, um furacão de categoria 3, com ventos de 2015 km/h avançando entre o sudoeste da Geórgia e o sudeste do Alabama.

A imagem captada pelo satélite meteorológico GOES 16 às 17:00 UTC (14 horas em Brasília) mostra o olho de Michael tocando o solo no extremo oeste da Flórida. A região alongada que tem o formato de um cabo de faca é conhecida como Panhandle. Michael é o primeiro furacão intenso a atingir esta região dos Estados Unidos em cerca de 50 anos.

Foto: Climatempo

Nesta outra imagem captada às 20h45 UTC (17h45, Brasília), o olho do furacão Michael já estava efetivamente sobre o continente no limite entre Panhandle, Alabama e Geórgia.

Foto: Climatempo

Perto de 21 horas da quarta-feira, 11 de outubro, o aeroporto de Albany (Geórgia) registrou uma rajada de vento com quase 113km/h. Várias rajadas entre 100 e 120 km/h foram registradas em aeroportos da Florida e da Georgia na tarde e começo da noite da quarta-feira

Trajetória nos próximos dias

No boletim informativo do NHC de 00 UTC de 11/10/18 (21h00 de 10/10/2018, em Brasília), o furacão Michael tinha enfraquecido um pouco e estava com ventos máximos sustentados de 150 km/h, com rajadas mais intensas. O centro do furacão estava a 30 km a sudoeste de Albany, na Geórgia. O sistema se movia para nordeste com 28 km/h, se movendo para norte com cerca de 20 km/h.

A trajetória prevista para os próximos dias, calculada pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês), às 00 UTC de 11/10/18 (21h00 de 10/10/2018, em Brasília), o furacão Michael vai avançar para o leste da Geórgia até a manhã desta quinta-feira. No decorrer da quinta-feira, 11,  o sistema enfraquece e passa a ser uma tempestade tropical, mas ainda com muita chuva e ventania, movendo-se sobre as Carolinas e indo para o oceano Atlântico, na costa leste dos Estados Unidos.

Foto: Climatempo

Alertas de inundações e tornados

A chuva muito volumosa e a elevação do nível do mar (por causa dos ventos fortes) já inundaram grandes áreas no oeste da Flórida. Enchentes, destruição provocada por ventania e chuva intensa, além de tornados, são esperados para os próximos dias em áreas da Geórgia, da Carolina do Sul e do Norte e da Virgínia.

Segundo o NHC, na quarta-feira, 11 de outubro, uma estação de medição do nível de água do Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos (NWS), em Apalachicola mediu uma inundação de 3 metros água acima do nível do solo.

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade