2 eventos ao vivo

ONU: 2012 é nono ano mais quente desde 1850; Ártico derrete

29 nov 2012
09h33

Relatório da Organização das Nações Unidas informa que este ano é o nono no ranking de temperaturas mais elevadas desde 1850.


De acordo com o estudo, nem mesmo o efeito La Niña, fenômeno meteorológico que deveria ajudar a resfriar a atmosfera da Terra, impediu as altas temperaturas. Os cientistas salientam ainda o desaparecimento do gelo em grande parte do Ártico e extremos climáticos em diversas partes do mundo.


O documento com as informações, o Comunicado Provisório sobre o Estado Global do Clima em 2012, da Organização Meteorológica Mundial (OMM), acaba de ser apresentado em Doha, durante a Conferência do Clima. As atualizações e valores finais do relatório de 2012 serão lançados em março.


"A mudança climática está ocorrendo diante de nossos olhos, e continuará ocorrendo como resultado das concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera, que têm aumentado constantemente e alcançaram novamente novos recordes", afirmou o secretário-geral da OMM, Michel Jarraud.


Fonte: DiárioNet DiárioNet
publicidade