1 evento ao vivo

vc repórter: condomínios demarcam vagas em rua de SP

Frequentadores do local, na zona norte de São Paulo, afirmam que os carros são obrigados a desviar de cones e outros objetos

4 ago 2015
13h26
  • separator
  • comentários

Localizados na rua Dona Luiza Tolle, em Santana, zona norte de São Paulo, dois condomínios foram denunciados por demarcar vagas irregularmente em via pública. Pessoas que circulam pela região afirmaram que os carros são obrigados a desviar de cones e outros objetos utilizados para reservar a área.

Vagas foram demarcadas irregularmente na rua
Vagas foram demarcadas irregularmente na rua
Foto: Luiz Fernando Lacerda Balazeiro / vc repórter

As principais queixas recaem sobre o conjunto de prédios localizado na altura do número 156 da rua. Apesar da sinalização, que proíbe o estacionamento naquele trecho, cones e pintura no solo demarcam vagas na via.

Siga o vc repórter no Twitter

De acordo com o leitor Luiz Fernando Lacerda Balazeiro, a sinalização foi instalada, justamente, para os carros não se chocarem na curva em declive. A rua tem mão dupla e ele relatou que, muitas vezes, os veículos chegam a invadir a pista contrária para desviar dos objetos.

Luiz Fernando contou ainda que um outro condomínio, em frente ao conjunto citado anteriormente, usa “baldes de concreto” para ampliar a entrada da garagem em cerca de 8 metros, restringindo a via pública.

A prefeitura afirmou que removeu os materiais da via
A prefeitura afirmou que removeu os materiais da via
Foto: Luiz Fernando Lacerda Balazeiro / vc repórter

O leitor disse que denunciou o caso para a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e para a prefeitura. Segundo ele, no dia 13 de julho, a administração municipal se comprometeu a incluir o local em um programa de fiscalização periódica, mas a situação permaneceu inalterada.

Procurada pelo Terra, a prefeitura, por meio da Subprefeitura de Santana/Tucuruvi, enviou uma equipe ao local na última segunda-feira (3). Em novo contato, nesta terça-feira, o órgão afirmou que os materiais utilizados para “demarcação das vagas para estacionamento irregular” foram recolhidos.

A prefeitura acrescentou que a CET foi acionada para “verificar a necessidade de eventuais providências, visando a melhoria e segurança do trânsito local”.

O leitor Luiz Fernando Lacerda Balazeiro, de São Paulo (SP), participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui ou envie pelo aplicativo WhatsApp, disponível para smartphones, para o número +55 11 97493.4521.

vc repórter

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade