PUBLICIDADE

Tebet nega que esteja sendo sondada para substituir Dino na Justiça

Lula anunciou a indicação de Dino para ocupar a vaga deixada por Rosa Weber no STF em setembro

28 nov 2023 - 12h34
(atualizado às 13h58)
Compartilhar
Exibir comentários
Simone Tebet
Simone Tebet
Foto: Wilton Junior/Estadão / Estadão

A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, negou nesta terça-feira, 28, que esteja sendo sondada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para substituir o ministro Flávio Dino, indicado na véspera ao Supremo Tribunal Federal (STF), no Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Falando a repórteres, Tebet ainda apontou que "não é hora" de discutir uma possível vacância no ministério de Dino, visto que ele ainda é o titular da pasta e precisa conquistar o apoio do Senado para se tornar ministro do STF.

"Não vamos esquecer que o Ministério da Justiça ainda tem titular. O ministro Flávio Dino foi indicado para ir para o Supremo Tribunal Federal, mas ainda continua como ministro", disse Tebet.

"Não fui sondada, não fui convidada, estou no Ministério do Planejamento e Orçamento", completou.

Na segunda-feira, Lula anunciou a indicação de Dino para ocupar a vaga deixada por Rosa Weber no STF em setembro. Sua sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado está marcada para 13 de dezembro.

A potencial saída de Dino do ministério tem criado especulações sobre seu possível sucessor na pasta, sendo Tebet uma alternativa que poderia compensar o fato de Lula não ter indicado uma mulher para a vaga aberta na Corte.

Uma possibilidade na mesa é a divisão da pasta em dois ministérios, com a recriação do Ministério da Segurança Pública, que deixou de existir com a reformulação da Esplanada feita no governo de Jair Bolsonaro, e que o presidente Lula já disse cogitar recriar.

Tebet tem formação em direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), além de ser especialista em ciência do direito pela Escola Superior de Magistratura e mestre em direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade