PUBLICIDADE

Revista Veja nega fala de Wajngarten à CPI sobre Pazuello

Ao responder a pergunta "Foi negligência ou incompetência?", o ex-secretário afirmou: "Foi incompetência"

12 mai 2021 16h13
| atualizado às 17h30
ver comentários
Publicidade

Após senadores da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid concordarem em pedir a gravação na íntegra da entrevista do ex-secretário de Comunicação da Presidência Fábio Wajngarten à Revista Veja, o veículo de imprensa divulgou em seu site trecho do áudio, no Wajngarten classificaria como "incompetência" as negociações do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello para a compra de vacinas da Pfizer.

Fabio Wajngarten
Fabio Wajngarten
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Ao responder a pergunta "Foi negligência ou incompetência?", o ex-secretário afirmou: "Foi incompetência. Quando você tem um laboratório americano com cinco escritórios de advocacia apoiando a negociação e tem do outro lado um time pequeno, tímido, sem experiência, é sete a um", diz Wajngarten.

Durante seu depoimento à CPI, Wajngarten disse que a palavra "incompetência" foi utilizada como chamariz para a reportagem e negou ter atribuído o termo ao ex-ministro. Segundo informações, no intervalo da sessão, membros do colegiado discutiram a prisão do ex-secretário por mentir sob juramento.

Estadão
Publicidade
Publicidade