0

Ligado a partido de Marina, Walter Feldman pede desfiliação do PSDB

2 out 2013
20h34
atualizado às 20h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O deputado federal Walter Feldman entregou, nesta quarta-feira, ao presidente municipal do PSDB na capital paulista, Milton Flávio, seu pedido de desfiliação do partido. O parlamentar faz parte da Comissão Executiva Nacional Provisória da Rede Sustentabilidade, sigla que tenta obter seu registro na Justiça Eleitoral a tempo de lançar a ex-senadora Marina Silva como candidata à Presidência em 2014.

O pedido de Feldman foi feito quase no limite para a troca de partido, que é dois dias antes do prazo final estabelecido pela Justiça Eleitoral, dia 5 de outubro.

Seguindo o estatuto do partido do qual é um dos fundadores, que estabelece que parlamentares não podem ter mais de dois mandatos, Feldman não disputará a eleição em 2014. O deputado exerce mandato desde 2003 e já está em sua terceira legislatura. 

Sem disputar uma cadeira na Câmara, Feldman deve ter como principal foco em 2014 a eleição de Marina, caso a Rede consiga seu registro a tempo. 

O diretório municipal do PSDB de São Paulo já havia, no final de agosto, solicitado a desfiliação de Feldman por conta de sua relação com a Rede e a provável candidata Marina Silva. 

Veja também:

Em 'live' com alvos de ação do STF, Eduardo Bolsonaro cita 'momento de ruptura'
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade