3 eventos ao vivo

Lewandowski nega pedido para barrar Eduardo em embaixada

Ministro do STF negou pedido apresentado pelo Cidadania (ex-PPS) para barrar a indicação do deputado

14 ago 2019
20h12
atualizado às 20h22
  • separator
  • 36
  • comentários

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido apresentado pelo Cidadania (ex-PPS) para barrar indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, para ocupar o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

Deputado Eduardo Bolsonaro
09/08/2019
REUTERS/Adriano Machado
Deputado Eduardo Bolsonaro 09/08/2019 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

Numa decisão técnica, Lewandowski não chegou a analisar a eventual indicação de Eduardo ao posto. Ele entendeu que partidos políticos não tem direito a entrar no STF com mandado de segurança para esse tipo de caso.

A indicação do filho do presidente --que ainda não foi formalizada pelo governo ao Senado, responsável por aprová-la ou não-- também é questionada na Justiça em uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal de Brasília.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 36
  • comentários
publicidade