0

"Campanha difamatória" quer atingir Bolsonaro, afirma Flávio

22 jan 2019
12h08
atualizado às 12h19
  • separator
  • 78
  • comentários

O deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) afirmou nesta terça-feira que é alvo de uma "campanha difamatória" com o objetivo de afetar o governo do pai, o presidente Jair Bolsonaro, e que não pode ser responsabilizado por atos que disse desconhecer.

Senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro
27/11/2018
REUTERS/Adriano Machado
Senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro 27/11/2018 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Adriano Machado / Reuters

A nota do senador eleito foi divulgada após o jornal O Globo afirmar que Flávio Bolsonaro empregou em seu gabinete como deputado estadual no Rio de Janeiro a mãe e a mulher de um homem alvo de mandado de prisão por suspeita de integrar uma milícia.

"Quanto ao parentesco constatado da funcionária, que é mãe de um foragido, já condenado pela Justiça, reafirmo que é mais uma ilação irresponsável daqueles que pretendem me difamar", disse Flávio na nota.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 78
  • comentários
publicidade