PUBLICIDADE

Bolsonaro chega ao Palácio do Alvorada e não dá declarações

O retorno de Bolsonaro a Brasília estava programado para o início da semana. No domingo, o presidente se sentiu mal após o almoço

5 jan 2022 13h32
| atualizado às 13h46
ver comentários
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro chegou a Brasília no início da tarde desta quarta-feira, 5, após ter recebido alta hospitalar em São Paulo. O chefe do Executivo entrou no Palácio da Alvorada sem dar declarações. Não havia apoiadores no local. Bolsonaro ficou dois dias internado no Hospital Vila Nova Star, na zona sul da capital paulista, com um quadro de obstrução intestinal.

Jair Bolsonaro após deixar o hospital Aloísio Maurício/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Jair Bolsonaro após deixar o hospital Aloísio Maurício/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Foto: Aloísio Maurício / Fotoarena/Estadão Conteúdo

O retorno de Bolsonaro a Brasília estava programado para o início da semana. No domingo, 2, contudo, o presidente se sentiu mal após o almoço em São Francisco do Sul (SC), onde passou o réveillon. Com dores abdominais, foi levado a São Paulo, onde realizou tratamento clínico por meio de uma sonda nasogástrica.

O médico-cirurgião Antônio Luiz Macedo, que acompanha Bolsonaro desde que o presidente sofreu uma facada em 2018, durante a campanha eleitoral, interrompeu suas férias e descartou ontem a necessidade de um novo procedimento cirúrgico. O chefe do Executivo manterá agora uma dieta especial e realizará caminhadas, com acompanhamento de uma equipe médica assistente.

Após receber alta, Bolsonaro afirmou que é "maldoso" dizer que ele estava de férias. A passagem do presidente pelo litoral catarinense foi marcada por passeios de moto aquática e uma visita ao parque temático Beto Carrero World.

O chefe do Palácio do Planalto foi criticado por não ter ido sobrevoar as regiões da Bahia afetadas por fortes chuvas, que causaram mais de 20 mortes e deixaram milhares de pessoas desabrigadas. Ele chegou a São Francisco do Sul em 27 de dezembro, depois de ter passado o Natal no Guarujá (SP).

Estadão
Publicidade
Publicidade