PUBLICIDADE

Animação online promete esclarecer "mitos" envolvendo Lula

"Site ajuda a esclarecer mentiras espalhadas sobre Lula e sua família nas redes sociais", diz a página do Instituto Lula na internet

15 abr 2015 16h44
| atualizado às 17h10
ver comentários
Publicidade
Foto: Instituto Lula / Reprodução

O Instituto Lula lançou em seu site uma animação, no mínimo bem-humorada, intitulada "Mitos sobre Lula", que promete "divulgar as informações reais" entorno dos boatos difundidos sobre o petista. "Lula é vítima de boatos e mentiras há muitos e muitos anos, desde que passou a representar uma séria ameaça aos grupos que controlaram o país durante décadas a fio", alerta o site, antes de listar os mitos do ex-presidente. Veja quais são eles:

Siga o Terra Notícias no Twitter

Capa da Forbes
Lula na capa da revista Forbes como um dos homens mais ricos do Brasil é o primeiro mito listado no site do Instituto. O texto esclarece que a capa da publicação que exibe Lula como um dos principais personagens do ranking  que inclui os homens e as mulheres mais endinheirados do mundo é falsa. O Instituto chama a montagem de "grosseira", destaca que a revista "fez questão de publicar um desmentido" e assegura que "o nome de Lula jamais constou no ranking anual de bilionários dessa ou de qualquer outra revista" porque "Lula não é e jamais foi bilionário".

Pai do dono da Friboi
O segundo boato gira entorno do filho de Lula, Fábio Luís Lula da Silva, denunciado anonimamente como proprietário de uma "mansão faraônica e de um avião de US$ 50 milhões" e como um dos donos da empresa JBS, da marca de carnes Friboi".

O Instiuto Lula esclarece: o filho do ex-presidente não é sócio da empresa, nunca teve avião e a imagem de sua suposta mansão é, na verdade, a sede da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, em Piracicaba. Para identificar e punir os responsáveis pelas informações incorretas, Fábio pediu a abertura de inquérito policial.

<p>Lula discursa durante abertura do 9º Congresso Nacional dos Metalúrgicos da CUT, em Guarulhos, em 14 de abril</p>
Lula discursa durante abertura do 9º Congresso Nacional dos Metalúrgicos da CUT, em Guarulhos, em 14 de abril
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula / Divulgação
Câncer no pâncreas e no pulmão
O câncer no pâncreas e no pulmão de Lula é o item número 3 da lista de boatos. Fala-se por aí que Lula está novamente doente e que até já morreu. Entrentanto, o site lembra: o diagnóstico e as etapas do tratamento, até o desaparecimento, em 28 de março de 2012, do câncer de laringe, descoberto em 2011, foram amplamente divulgadas. "A última vez que Lula fez exames foi em 15 de novembro de 2014 e a nota divulgada pela equipe médica afirma o seguinte: 'todos os exames apresentam resultados normais'".

Aposentadoria por invalidez
Lula recebe aposentadoria por invalidez desde 1964, quando sofreu um acidente na metalúrgica Independência, em São Paulo. Isso é mentira, assegura o Instituto. "Quem recebe esse benefício não pode trabalhar e receber salários de qualquer espécie, muito menos como representantes do povo", explica o texto.

Já pegou a economia bombando
"Lula deu sorte e já pegou a economia bombando". Não é verdade, argumenta o site: "O Brasil se transformou radicalmente desde a eleição de Lula - de um país para poucos, passou a ser um país para todos".

Lula defende que investigação de corrupção não manche Petrobras:

Os argumentos apresentados foram:

1) Das grandes economias do mundo, nenhuma outra gerou 21 milhões de empregos;

2) Das grandes economias do mundo, nenhuma outra garantiu ganho real de 70% para o salário mínimo;

3) Das grandes economias do mundo, nenhuma outra triplicou os investimentos em educação;

4) Das grandes economias do mundo, nenhuma outra retirou 36 milhões de pessoas da miséria; e promoveu 42 milhões à classe média"

Além disso, "com FHC, quem mandava no Brasil era o Fundo Monetário Internacional", hoje o país "é dono do próprio nariz".

Já pegou tudo pronto
O último boato apresentado na animação diz respeito ao Bolsa Família e às acusações de que Lula "já pegou tudo pronto". O texto chama os programas sociais dos tucanos de "dispersos" e "sem eixo estratégico". Foi Lula o responsável por unificar os programas e multiplicar seu alcance e volume de recursos, defende o site.

"O investimento em políticas sociais cresceu sete vezes: de R$ 3 bilhões para R$ 25 bilhões", tirando "36 milhões de brasileiros e brasileiras " da pobreza extrema.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade