2 eventos ao vivo

Justiça do Rio decreta prisão de 16 acusados de tráfico na Rocinha

13 ago 2013
20h02
atualizado às 20h03
  • separator
  • comentários

A 35ª Vara Criminal da Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão preventiva de 16 acusados de participação no tráfico de drogas da comunidade da Rocinha, além dos crimes de associação para o tráfico, formação de quadrilha e concurso material. A decisão, divulgada nesta terça-feira pelo Tribunal de Justiça do Estado, foi proferida no último dia 9, quase um mês depois da deflagração da operação policial Paz Armada, que prendeu suspeitos de movimentar o tráfico de entorpecentes na Rocinha, mesmo depois da instalação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na comunidade.

De acordo com o texto da decisão, "restou caracterizado, por meio de farto substrato investigatório, que contou com a diligente atuação do delegado responsável pela investigação, a presença dos requisitos indispensáveis à cautela prisional". O texto destaca que a prisão cautelar deve ser decretada em função dos indícios da participação dos acusados nos fatos descritos na denúncia, bem como "pela necessidade de se resguardar a futura instrução criminal e a ordem pública".

A operação policial deflagrada em julho e que resultou na decisão judicial constatou que depois da instalação da UPP, os pontos de venda de drogas na Rocinha passaram a atuar de forma mais itinerante, sem locais fixos. No entanto, segundo a polícia, os pontos ainda são guardados por homens armados com pistolas e fuzis e o fato de criminosos atuarem de forma organizada e armada em meio a policiais militares provoca confrontos armados.

Agência Brasil Agência Brasil
  • separator
  • comentários
publicidade