2 eventos ao vivo

Culto e abraço coletivo lembram vítimas de escola em Suzano

Dois atiradores atacaram a escola há uma semana, matando oito pessoas; celebração reuniu representantes de diversas religiões, alunos, pais e funcionários

20 mar 2019
12h53
atualizado às 13h06
  • separator
  • 0
  • comentários

Um culto ecumênico em homenagem às vítimas do massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, foi realizado na manhã desta quarta-feira, 20, quando completa uma semana do ataque. A celebração, acompanhada por pais, alunos e professores, foi realizada na quadra da escola.

Foto: Julien Pereira/Fotoarena / Estadão

Antes do início da cerimônia, jovens cantavam músicas religiosas na porta da escola. Alguns alunos do Centro de Estudos de Línguas (CEL), que funciona dentro da unidade, chegaram uniformizados.

O técnico em abastecimento Silvio Cesar Marsola de Souza, de 47 anos, foi com o filho, aluno da escola. "Eu estava longe do problema e não consigo aceitar e dissipar a dor no meu peito. Eu imagino como está a situação dele e de todos os outros alunos que vivenciaram."

Souza conta que foi à escola para dar apoio ao filho. "É um sentimento de estar próximo dele e dar força para ele superar isso, porque ele não vai conseguir esquecer. Mas eu tenho de estar junto para que supere isso e viva daqui para frente. Ele tem o compromisso e a responsabilidade com a vida e com as pessoas e com o que puder fazer de bom daqui para frente."

O culto teve início por volta das 10h25 e contou com a participação de representantes de várias religiões, como igrejas evangélicas e católica, a umbanda e o espiritismo. "Para nós, ainda é um momento de muita aflição e tristeza. Estamos consternados, mas não estamos destruídos", disse o pastor Valter Oliveira, da Igreja Comunidade da Graça.

Rosas brancas foram distribuídas para os participantes do ato e um poema feito pelo aluno Cleiton Antonio Ribeiro, uma das vítimas fatais, foi lido por um estudante.

Às 11h10, ao som de "Dias Melhores" (Vivemos esperando / Dias melhores / Dias de paz, dias a mais / Dias que não deixaremos para trás), da banda Jota Quest, as pessoas que acompanhavam a cerimônia começaram a sair de mãos dadas e iniciaram um abraço coletivo no prédio da escola. O secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares, e o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, também participaram.

Durante a manhã, caminhões levaram materiais para escola e novas carteiras. A unidade passou por reforma, mas a data de retorno oficial das aulas ainda será divulgada.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade