0

PF faz operação em 7 Estados contra núcleo financeiro do PCC

6 ago 2019
08h44
atualizado em 9/8/2019 às 11h47
  • separator
  • 0
  • comentários

A Polícia Federal mobilizou cerca de 180 agentes nesta terça-feira para cumprir 30 mandados de prisão e 55 de busca e apreensão em sete Estados como parte de uma operação que visa desarticular o núcleo financeiro da facção criminosa PCC, com suspeita de movimentação mensal de 1 milhão de reais, informou a PF em comunicado.

De acordo com a Polícia Federal, os mandados foram expedidos pela Vara Criminal de Piraquara, no Paraná, cidade em cuja penitenciária estadual existiria uma espécie de núcleo financeiro da facção criminosa, de acordo com as investigações iniciadas em fevereiro deste ano.

Agente da Polícia Federal na Superintendência da PF em São Paulo
Agente da Polícia Federal na Superintendência da PF em São Paulo
Foto: Nacho Doce / Reuters

"Os pagamentos --também chamados de 'rifas'-- eram repassados à organização criminosa por intermédio de diversas contas bancárias e de maneira intercalada, com uso de medidas para dificultar o rastreamento. A investigação indica a circulação de aproximadamente 1 milhão de reais/mês nas diversas contas utilizadas em benefício do crime", disse a PF em comunicado.

Dos 30 mandados de prisão, oito serão cumpridos em presídios, sendo três em São Paulo, um no Mato Grosso do Sul e quatro no Paraná, disse a PF, que passou a atuar no caso devido ao caráter interestadual da facção criminosa. Também foram expedidos mandados a serem cumpridos em Acre, Roraima, Pernambuco e Minas Gerais.

A PF acrescentou que foram bloqueadas mais de 400 contas bancárias suspeitas em todo o país cujos valores seriam utilizados para pagar a compra de armas de fogo e de entorpecentes para a facção, além de providenciar transporte e manutenção da estadia de integrantes e familiares de membros da facção em locais próximos a presídios.

"A operação deflagrada hoje visa sufocar as reações das lideranças de Facções Criminosas, atingindo os núcleos importantes de comunicação e de gerenciamento financeiro", afirmou a PF.

Veja também

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade