6 eventos ao vivo

Santander Cultural não reabrirá exposição Queermuseu

MPF ressaltou que obras que trouxeram maior revolta não tem apologia ou incentivo à pedofilia

29 set 2017
18h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Santander Cultural descartou nesta sexta (29) a reabertura da exposição Queermuseu – Cartografias da diferença da arte brasileira, em Porto Alegre. Ainda nesta quinta-feira (28) o Ministério Público Federal (MPF) emitiu nota afirmando que "o precedente do fechamento de uma exposição artística causa um efeito deletério a toda liberdade de expressão artística". A exposição, que conta com mais de 270 obras de 85 artistas, foi encerrada cerca de um mês antes do previsto após protestos iniciados nas redes sociais acusando a mostra de apologia à pedofilia e à zoofilia.

Foto: Marcelo Liotti Junior / Divulgação

Através de nota, o Santander afirmou que "a mostra Cartografias da Diferença da Arte teve sua exibição finalizada no Centro Cultural de Porto Alegre, de cunho privado, no dia 10.9.17 e não será reaberta conforme comunicado do mesmo dia". Fabiano de Moraes, procurador regional dos Direitos do Cidadão, comparou o episódio do fechamento da Queermuseu  com eventos como a chamada "arte degenerada", forma pela qual foram denominadas as obras destruídas na Alemanha durante o período de governo nazista. O MPF ainda ressaltou que  "as obras que trouxeram maior revolta não tem apologia ou incentivo à pedofilia".

O futuro da exposição ainda é incerto, mas ela pode reabrir em outras cidades do país. O Museu de Arte do Rio (MAR) já demonstrou interesse em receber a mostra, bem como instituições de Brasília, São Paulo, Bahia, Belo Horizonte e até mesmo dos Estados Unidos.

A Queermuseu havia sido aberta ao público em 15 de agosto e teve como proposta explorar a diversidade de expressão de gênero e a diferença na arte e na cultura em períodos diversos da produção artística. A exposição, que adotou um modelo não cronológico de disposição, propunha desfazer hierarquias e mostrar que a diversidade surge refletida no modelo artístico, observada sob aspectos da variedade e da diferença. Por enquanto, o acervo segue protegido.

Veja também

Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade