PUBLICIDADE

Cidades

Vizinhos espancam idoso após ele denunciar ‘gato’ em rede de água em MT

Vítima de 73 anos precisou ser hospitalizada e passar por cirurgia

10 nov 2023 - 22h07
(atualizado às 22h59)
Compartilhar
Exibir comentários
Vizinhos espancam idoso após ele denunciar ‘gato’ em rede de água
Vizinhos espancam idoso após ele denunciar ‘gato’ em rede de água
Foto: Reprodução/Instagram

Três vizinhos espancaram um idoso de 73 anos após ele denunciar um suposto ‘gato’ que estava interrompendo o fornecimento de água na casa dele, em Mato Grosso. O homem foi socorrido e precisou passar por uma cirurgia depois do ataque. 

O caso aconteceu em 2 de novembro, segundo o UOL, porém as imagens só repercutiram esta semana. O vídeo, que está circulando nas redes sociais, mostra três homens indo em direção à casa do idoso com barras de ferro na mão. Um deles grita algo, e o senhor sai da casa com um pedaço de pau. 

O idoso levanta o pedaço para tentar afastá-los, mas acaba sendo atacado. Os três vizinhos começam a bater no homem, que cai no chão e continua sendo golpeado. Depois, os vizinhos vão embora do local.  

O ataque aconteceu depois de uma suposta denúncia que o idoso teria feito após ter o fornecimento de água interrompido. 

Funcionários do Departamento de Água e Esgoto (DAE) foram até a casa para verificar a situação. Porém, segundo a polícia, a rede de água passa por baixo da casa dos suspeitos, que não deram autorização para a realização de uma vistoria para verificar se havia algo errado no encanamento. 

Depois que os funcionários da concessionária foram embora, os vizinhos atacaram o idoso, que precisou passar por uma cirurgia ortopédica e continua internado. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso. 

O Terra entrou em contato com a Polícia Civil de Mato Grosso em busca de atualizações do caso, mas não obteve resposta até a conclusão desta reportagem. Até o momento, não houve presos. 

Como a identidade dos vizinhos não foi revelada, não foi possível tentar localizar a defesa dos suspeitos para que possam dar a versão deles do que aconteceu. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade