PUBLICIDADE

Cidades

SP: polícia investiga escola após videos de bebês amarrados

Instituição infantil da rede particular já havia sido acusada anteriormente por maus-tratos; veja imagens

15 mar 2022 - 11h32
(atualizado às 14h51)
Compartilhar
Exibir comentários
Vídeo mostra bebês com 'camisa de força' em escola de SP:

Uma escola de educação infantil na Vila Formosa, em São Paulo, é alvo de um inquérito policial por maus-tratos após divulgação de imagens nas redes sociais em que bebês aparecem amarrados, chorando, em um banheiro da instituição de ensino.

O Terra entrou em contato com a SSP (Secretária de Segurança Pública de São Paulo), que respondeu que a investigação está em andamento, e que detalhes sobre o caso serão preservados para "garantir a autonomia do trabalho policial".

Nas redes sociais, mães reclamam de crueldade com as crianças por parte da escola Colmeia Mágica, localizada na zona leste da capital paulista.

Bebês aparecem amarrados, chorando, em um banheiro da escola de ensino infantil
Bebês aparecem amarrados, chorando, em um banheiro da escola de ensino infantil
Foto: Reprodução

O vídeo dos bebês amarradados foi compartilhado por uma mulher que afirma que sua filha morreu após sofrer maus tratos na instituição de ensino. O caso aconteceu em 2010. A menina chegou morta ao hospital após passar mal na escola.

O Terra conversou com a mãe de um bebê que, em novembro do ano passado, ficou internado após passar mal na mesma escola Na ocasião, ela recebeu uma ligação da diretora avisando que a criança estava com febre e pedindo que fosse buscá-lo. A mãe decidiu levar o filho para o hospital e ficou surpresa quando a médica o internou por baixa saturação de oxigênio.

"Agora, veio à tona um relato de uma professora que disse que meu filho foi sufocado por uma auxiliar [da escola], que colocou um cobertor na cabeça dele e o deixou amarrado e trancado", relatou. "Quando voltaram, meu filho estava desmaiado. Ele ficou dois dias internado no oxigênio."

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade