PUBLICIDADE

'Sou inocente e minha filha me condena', diz Cupertino ao ser preso em SP

Acusado por triplo homicídio, ele diz confiar na Justiça para 'saber a verdade'

16 mai 2022 19h43
| atualizado às 19h53
ver comentários
Publicidade
Acusado de matar ex-Chiquititas
Acusado de matar ex-Chiquititas
Foto: Divulgação

O primeiro na lista de procurados de São Paulo, Paulo Cupertino Matias se disse "inocente" ao ser preso na tarde desta segunda-feira, 15. Ele era procurado há quase três anos por matar o ator Rafael Miguel e os pais dele, ao não aceitar o relacionamento do ex-Chiquitas com a filha.

"Sou inocente, minha filha me condena, mas vamos esperar a Justiça para saber a verdade", afirmou ele aos jornalistas que o aguardavam na chegada ao  prédio do Departamento de Homicídios de São Paulo (DHPP).   

Segundo a Polícia Civil, Cupertino já teve ao menos quatro passagens pela polícia: roubo a banco (1993), furto, lesão corporal e ameaça (2005) e ocorrência de fuga. Em 2019, após o triplo homicídio, ele foi incluído na Difusão Vermelha da Interpol e seu nome era o primeiro da lista dos criminosos mais perigosos e procurados de São Paulo.

Relembre o caso

O ator Rafael Miguel, de 22 anos, ficou conhecido por seu papel em Chiquititas (2013) e em comerciais como ator mirim. Ele e seus pais, João Alcisio Miguel, de 52, e Miriam Selma Miguel, de 50, foram mortos a tiros em 9 de junho de 2019, na frente da casa da namorada de Rafael, Isabela Tibcherani, pelo pai dela.

Conforme a denúncia do Ministério Público à Justiça, o empresário matou a família por não aceitar o namoro entre os dois jovens. Logo após o crime, Cupertino fugiu e não foi encontrado pela polícia. Ele, que atualmente tem 50 anos, também nunca constituiu um advogado para defendê-lo no processo penal. 

Ele se tornou réu por triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e com recurso que impossibilitou a defesa das vítimas. Outros dois amigos, que ajudaram a escondê-lo ao longo destes anos, também foram denunciados.

 

 

 

 

 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade