PUBLICIDADE

Mulher é presa suspeita de enterrar filho recém-nascido vivo em Goiás

Crime aconteceu há 15 anos em Rio Verde, no sudoeste goiano

4 mar 2024 - 19h36
(atualizado às 22h27)
Compartilhar
Exibir comentários
Crime aconteceu há 15 anos em Rio Verde, no sudoeste goiano
Crime aconteceu há 15 anos em Rio Verde, no sudoeste goiano
Foto: Reprodução/Getty Images

Uma mulher, cujo nome não foi revelado, foi presa suspeita de enterrar o filho recém-nascido vivo em um quintal no município de Rio Verde, em Goiás. A prisão aconteceu no âmbito da Operação Xadrez 121, que cumpriu mandados de prisão contra autores de homicídio, feminicídio, roubo e outros crimes. A prisão aconteceu na sexta-feira, 1º.

Procurada pelo Terra, a Polícia Civil do Estado de Goiás não soube informar mais detalhes sobre o caso. Porém, de acordo com detalhes das investigações que o portal Metrópoles teve acesso, o crime foi cometido há quase 15 anos, em 24 de setembro de 2009. Na época, o caso foi denunciado por terceiros, e as autoridades encontraram o corpo do bebê.

Na época, a perícia apontou que o recém-nascido, um menino, ainda estava vivo quando foi enterrado e, por isso, a autora foi indiciada por homicídio qualificado. 

Ainda em 2009, em depoimento, a mulher alegou que não sabia que estava grávida e que o bebê não tinha apresentado nenhuma reação ao nascimento. Ela foi encaminhada para o Presídio de Serranópolis. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade