PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Morador de rua se desculpa por exposição de mulher

Givaldo de Souza foi agredido após ser flagrado tendo relações sexuais com esposa de personal trainer

30 mar 2022 - 09h20
(atualizado às 09h24)
Compartilhar
Exibir comentários
Givaldo Alves de Souza foi agredido por personal trainer
Givaldo Alves de Souza foi agredido por personal trainer
Foto: Metrópoles

O morador de rua Givaldo de Souza, agredido após ser flagrado por um personal trainer tendo relações sexuais com sua esposa, se desculpou por ter exposto a intimidade da mulher em entrevistas concedidas para veículos da imprensa.

Ao canal do político Ricardo Caiafa no YouTube, Givaldo relatou sentir-se ''envergonhado'' por seu comportamento em relatar o ocorrido com detalhes.

''Eu me sinto envergonhado, gostaria de pedir desculpas primeiramente à ela, e às meninas da minha família, à minha mãe, e à todas vocês [mulheres]''.

Givaldo afirmou ainda que não costuma a falar sobre situações de intimidade nem com amigos próximos. ''Não sou o tipo de homem de abrir uma coisa íntima para ninguém, nem para um amigo meu. Meus amigos que me conhecem sabem que eu não descrevo isso'', disse.

''Fui infeliz mesmo ao relatar um fato que eu poderia ter ponderado mais. Não soube conciliar as coisas do jeito correto'', acrescentou.

Em uma das entrevistas que concedeu, Givaldo afirmou que a relação foi consensual e de que não se arrepende do que aconteceu. Em relato ao Metrópoles, foi a mulher quem fez a proposta para fazer sexo em seu carro.

“Eu andava pela rua e ouvi um grito: ‘Moço, moço’. Olhei para trás e só tinha eu. E ela confirmou comigo dizendo: ‘Quer namorar comigo?’. Eu respondi: 'Moça, eu não tenho dinheiro, sou morador de rua. Não tenho dinheiro nem para te levar ao hotel'. Então, ela disse: ‘Pode ser no meu carro’”, detalhou.

GIvaldo garante ainda que não houve violência sexual no ato, ao contrário do depoimento do personal trainer, que afirmou que sua mulher foi violentada pelo morador de rua.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade