9 eventos ao vivo

Litoral do ES teve maior volume de chuva do mundo nesta semana, diz Nasa

Relatório feito pela agência espacial americana considerou 3 dias desta semana; ao todo, cinco pessoas já morreram devido às chuvas, e 19 mil foram afetadas

21 dez 2013
14h12
atualizado às 14h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um relatório da Nasa (agência especial norte-americana) apontou que o litoral do Espírito Santo foi a região oceânica em que mais choveu esta semana em todo o mundo. O documento encaminhado nessa sexta (20) ao Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) considerou as 72 horas anteriores ao envio –de terça (17) a quinta (19).

De acordo com o diretor-presidente do instituto capixaba, Evair Vieira de Melo, a informação foi coletada pelo satélite TRMM, da agência espacial americana. Ao todo, o volume detectado foi de cerca de 400 mm –a maior parte, na região oceânica. O segundo maior volume de chuvas registrado pelo satélite da Nasa, no mesmo período, foi no litoral sul da Ásia.

“Felizmente grande parte dessa chuva caiu no oceano –uma pequena parte atingiu o município de Linhares. Mas a situação deixa um estado de alerta: trata-se de uma zona de convergência do Atlântico Sul que está se deslocando do oceano para o continente”, advertiu.

Imagens de satélite da Nasa apontam alto volume de chuvas no litoral capixaba
Imagens de satélite da Nasa apontam alto volume de chuvas no litoral capixaba
Foto: Divulgação / Incaper / Nasa / Divulgação / Incaper / Nasa

Melo explicou que o fenômeno se refere a uma massa de ar úmido e quente proveniente da da região amazônica, em encontro com a movimentação de ar vinda do oceano. No caso dos capixabas e também de Minas Gerais, a massa teve origem na Bolívia. “Caso se confirme o deslocamento dessa chuva, a situação no Estado pode se agravar muito”, constatou.

O Estado é atingido pelas chuvas fortes desde o começo de dezembro. Até este sábado, já eram pelo menos 19 mil pessoas afetadas em 40 municípios atingidos. Também hoje, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), encaminhou ao governo federal decreto de estado de emergência em todo o território capixaba.

Além do ES, as chuvas causaram estragos e mortes –nove, até o momento –no Estado de Minas Gerais.

Municípios estão ilhados

A previsão do Incaper é a de um verão chuvoso, sobretudo até a primeira quinzena de janeiro. As tréguas na precipitação devem ser apenas pontuais. Só a agricultura já estima um prejuízo de R$ 100 milhões, e mais de 20 quilômetros de rodovias estaduais foram destruídos por deslizamentos e cheias de rios.

Ao todo, oito cidades estão ilhadas por rompimento dessas vias e com abastecimento de água potável e gás interrompido –a ajuda humanitária tem chegado apenas de helicóptero e em caminhões do Exército, com tração especial.

Veja também:

Polícia investiga ação do PCC nas eleições em SP
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade