PUBLICIDADE

Cidades

Homem tem mão dilacerada ao acionar bomba achando que era rastreador, diz jornal

Caso ocorreu em Valparaíso, no entorno do Distrito Federal; explosivo também provocou lesões no peito da vítima

23 nov 2023 - 21h33
(atualizado às 23h19)
Compartilhar
Exibir comentários
Imagem de ambulância com a sirene acionada
Imagem de ambulância com a sirene acionada
Foto: Reprodução TV Globo / Flipar

Um homem teve a mão dilacerada após acionar sem querer uma bomba caseira.  A vítima, que foi identificada como o guarda municipal Kleber Pugliezzi, de 44 anos, de Goiás, está internada em estado grave. As informações são do Metrópoles

Segundo o jornal, Pugliezzi recebeu o artefato de um conhecido. Ele acreditava que o dispositivo seria um rastreador veicular. O suspeito  teria instruído o guarda municipal a ativar o objeto. Ao ativar, a bomba foi acionada, ferindo a vítima. 

Com a explosão, o guarda municipal teve graves lesões na mão e no peito. Ele foi socorrido e está internado em estado grave em um hospital de Valparaíso, no entorno do Distrito Federal. 

A polícia conseguiu localizar e prender o suspeito do crime. A sua identidade não foi revelada. O caso é investigado como tentativa de homicídio

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade