1 evento ao vivo

Em menos de 12 horas, 2 moradores de rua são achados mortos

Grande São Paulo registrou baixas temperaturas, mas ainda não se sabe se frio provocou óbitos em Santo André e Guarulhos

5 ago 2019
16h04
atualizado às 16h26
  • separator
  • 0
  • comentários

Dois moradores de rua foram encontrados mortos entre a noite de domingo, 4, e a manhã desta segunda-feira, 5, na Grande São Paulo. Os casos aconteceram em Santo André e Guarulhos, e os dois homens não apresentavam sinais de violência. A região metropolitana registrou um fim de semana de baixas temperaturas, mas ainda não se sabe se o frio provocou os óbitos.

Fim de semana em São Paulo foi um dos mais frios do ano
Fim de semana em São Paulo foi um dos mais frios do ano
Foto: IstoÉ

Por volta das 20 horas do domingo, em Santo André, Mário Cézar de Campos, de 66 anos, foi achado já sem vida na Rua Carijós, próximo à Praça Cristo Operário, na Vila Linda. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo informou que a Polícia Militar encontrou a vítima sem sinais de violência e que foram solicitados exames periciais ao Instituto Médico Legal (IML).

O caso foi registrado como morte suspeita no 6º Distrito Policial de Santo André (Vila Mazzei) e encaminhado ao 3º DP (Vila Pires).

Menos de 12 horas depois, um morador de rua identificado apenas como André, de 74 anos, foi encontrado morto em Guarulhos. Policiais militares o acharam, por volta das 5h40 desta segunda, já em rigidez cadavérica na Avenida Paulo Faccini, no Jardim Barbosa. Os bombeiros foram acionados e constataram o óbito.

A SSP afirmou que a ocorrência em Guarulhos foi registrada no 1º DP da cidade (Centro) e que ainda estava em apuração no início da tarde desta segunda.

Frio diminuirá em São Paulo nos próximos dias

Os termômetros marcaram mínima de 9ºC na noite deste domingo em Santo André, mesma temperatura registrada na madrugada desta segunda em Guarulhos.

Na capital, que teve a tarde mais fria do ano no domingo, a manhã de segunda terminou com sol entre muitas nuvens. De acordo com as estações meteorológicas automáticas do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, os termômetros marcaram 17,4°C em média. A máxima pode chegar a 19°C, sem chuvas.

Já a terça-feira, 6, começa com nuvens e formação de névoa úmida. No decorrer do dia, o sol aparece e passa a predominar, o que vai facilitar a gradual elevação da temperatura. Segundo o CGE, a mínima será de 11°C; e a máxima, de 23°C.

E, na quarta-feira, 7, haverá formação de nevoeiro e sensação de frio ao amanhecer. Ainda pela manhã, o ar seco ganha força e o sol passa a predominar, o que favorece a rápida elevação da temperatura. A previsão do CGE é de que a temperatura varie entre 12ºC e 26ºC.

Veja mais:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade