PUBLICIDADE

Crianças vítimas de ataque a creche são enterradas em SC

Fã de super-herói, um dos meninos foi enterrado com a roupa do Homem-Aranha

6 abr 2023 - 17h57
Compartilhar
Exibir comentários
Funeral de uma das crianças mortas em ataque a creche em Blumenau, Santa Catarina, na manhã desta quinta-feira, 6.
Funeral de uma das crianças mortas em ataque a creche em Blumenau, Santa Catarina, na manhã desta quinta-feira, 6.
Foto: Taba Benedicto / Estadão

Uma das quatro crianças mortas em um ataque a uma creche em Blumenau, Santa Catarina, foi enterrada nesta quinta-feira, 6. Fã de super-herói, o menino de 4 anos foi sepultado com a roupa do Homem-Aranha.

Sob forte comoção, o enterro foi marcado por uma série de salva de palmas em homenagem à criança. Uma missa foi realizada, e diversas coroas de flores foram enviadas para o local. 

Conforme o Estadão, o corpo do menino foi sepultado pouco após as 11h, em um cemitério no centro de Blumenau. Este foi o segundo enterro das vítimas da tragédia. Mais cedo, ocorreu o de outro menino, de 5 anos. 

Alta médica 

Segundo informou o Hospital Santo Antônio, quatro das cinco crianças feridas no ataque receberam alta médica no fim da manhã desta quinta-feira.

"O sentimento de todos os colaboradores é de missão cumprida no atendimento e acolhimento às crianças e seus familiares", postou no Instagram a unidade de saúde.

Uma das crianças, de acordo com a unidade médica, está com uma lesão na mandíbula, mas será tratada ambulatorialmente.

Ataque deixou 4 mortos 

Quatro crianças foram mortas durante o ataque a creche Cantinho Bom Pastor, em Blumenau, na manhã de quarta-feira, 5. As vítimas tinham de 4 a 7 anos e estavam brincando no parquinho quando o homem de 25 anos invadiu a unidade de ensino com um machadinho. O assassino se entregou e foi preso em flagrante.  

Segundo os bombeiros, havia 40 crianças na creche no momento do ataque. A Polícia Civil diz que agressor não é parente de nenhum aluno e, aparentemente, não tem nenhuma ligação com a unidade de ensino.

Ele teria pulado o muro da creche e atingido as vítimas de forma aleatória. "O autor pulou o muro armado com uma arma branca, do tipo machadinha, e desferiu golpes nas crianças, especialmente na região da cabeça, o que levou ao óbito dessas crianças", descreveu o tenente-coronel Diogo de Souza Clarindo, comandante do Batalhão de Bombeiros Militar em Blumenau. O autor do ataque teve a prisão preventiva decretada pela Justiça nesta quinta-feira.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade