PUBLICIDADE

Brasil registra 314 novas mortes por coronavírus

O número eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 195.725

2 jan 2021 18h23
| atualizado às 20h25
ver comentários
Publicidade

O Brasil registrou neste sábado 314 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 195.725, informou o Ministério da Saúde. Segundo o consórcio da imprensa*, foram registrafas 301 mortes pelo coronavírus nas últimas 24 horas e 15.957 novos casos, de acordo com dados do consórcio de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde. Ao todo, o País já tem 195.742 vítimas fatais da doença

Também foram notificados 15.827 novos casos da doença provocada pelo coronavírus, com o total de infecções confirmadas atingindo 7.716.405 pessoas, acrescentou o ministério.

25/12/2020
REUTERS/Amanda Perobelli
25/12/2020 REUTERS/Amanda Perobelli
Foto: Reuters

O represamento de testes que normalmente ocorre durante o fim de semana pode ter reduzido os registros de novos casos e mortes em decorrência da doença. O feriado de Ano Novo na sexta-feira também tende a contribuir para a divulgação de números menores.

São Paulo segue como o Estado mais afetado pelo coronavírus, com 33 novos óbitos reportados nas últimas 24 horas e o total de 46.808 vítimas fatais da doença.

O Brasil é o segundo país com maior número de mortes por coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro em casos, abaixo dos EUA e da Índia.

Vale destacar que os norte-americanos já iniciaram a vacinação contra a Covid-19 e os indianos confirmaram neste sábado a aprovação da vacina desenvolvida pela AstraZeneca em conjunto com a Universidade de Oxford, enquanto as autoridades brasileiras seguem em processo de análise dos medicamentos.

*Consórcio dos veículos de imprensa: O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade