PUBLICIDADE

Bolsonarista que matou petista segue internado em estado grave na UTI

Jose da Rocha Guaranho está sedado com assistência ventilatória mecânica; no sábado, 9, ele assassinou a tiros Marcelo Arruda

13 jul 2022 - 16h29
(atualizado às 16h31)
Ver comentários
Publicidade
Jorge José da Rocha Guaranho matou a tiros o tesoureiro do PT Marcelo Arruda, na noite de sábado, 9
Jorge José da Rocha Guaranho matou a tiros o tesoureiro do PT Marcelo Arruda, na noite de sábado, 9
Foto: Reprodução

O policial penal federal bolsonarista Jorge Jose da Rocha Guaranho, que assassinou a tiros o petista Marcelo Arruda, continua internado em estado grave no Hospital Municipal de Foz do Iguaçu, no Paraná. Segundo boletim da  SESP (Secretaria da Segurança Pública e a Polícia Civil do Paraná) divulgado nesta quarta-feira (13),  Guaranho está sedado com assistência ventilatória mecânica. Não há previsão de alta da UTI (Unidade de Terapia Intensiva). 

No sábado (9), Guarunho  fazia uma ronda pela  Associação Esportiva Saúde Física Itaipu, local onde o guarda municipal Marcelo Arruda realizava sua festa de aniversário de 50 anos, com tema em homenagem ao PT (Partido dos Trabalhadores). O agente penitenciário invadiu a festa e discutiu com o aniversariante, depois ele retornou e trocou tiros com Arruda,  que acabou morto. Imagens da câmera de segurança do salão de festas registraram toda a ação.  

O policial penal bolsonarista é descrito pela família como uma pessoa calma e sem histórico de violência. Porém,  ele já respondeu a um processo por desacato após briga com PMs, 2018. Na segunda-feira (11), mesmo internado, ele teve a sua prisão preventiva decretada. A polícia investiga o caso. 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade