PUBLICIDADE

Saiba quem é Sara Milliken, Miss Alabama 2024, criticada por vencer concurso National American Miss

A vitória da modelo no concurso de beleza criou uma grande controvérsia nas redes sociais; entenda

11 jun 2024 - 10h54
(atualizado às 10h59)
Compartilhar
Exibir comentários

A Miss Alabama 2024, Sara Milliken venceu, na última semana, o concurso National American Miss. Entretanto, o título vem sendo muito criticado, principalmente por Milliken ser uma modelo plus size.

Sara Milliken recebe críticas após vencer o concurso National American Miss
Sara Milliken recebe críticas após vencer o concurso National American Miss
Foto: @thenamalmiss via Instagram / Estadão

Ela é defensora da saúde mental e tem um grande trabalho em prol da aceitação do corpo e do autocuidado e agora está se vendo no centro de uma discussão sobre os padrões de beleza idealizados.

Em uma declaração oficial publicada recentemente, o concurso disse que Milliken venceu por mérito próprio, elogiando sua boa comunicação e postura: "Durante décadas o National American Miss celebrou com orgulho todas as mulheres jovens. Este ano, no Alabama, Sara cativou o júri com sua comunicação clara, postura no palco e extenso serviço comunitário. Sua mensagem de positividade corporal e ênfase em nunca desistir de seus objetivos é inspiradora".

Assédio, racismo e bullying: entenda o que está acontecendo no Miss USA Assédio, racismo e bullying: entenda o que está acontecendo no Miss USA

"Os concursos não são todos iguais. O NAM é um concurso que incentiva as pessoas a viver a vida sem limites e a perseguir corajosamente os seus sonhos. Nossa missão e filosofia são explicadas com mais detalhes em nosso site", finaliza a postagem.

Na mesma publicação, a miss se pronunciou se defendendo das críticas recebidas e ressaltando a importância de cuidar da saúde mental. Além disso, ela também confessou que, apesar de bem, sente que defender o título pelos próximos meses, será um grande desafio. "A declaração tão graciosamente feita pela National American Miss, serve como um lembrete tocante sobre o motivo pelo qual estou tão orgulhosa de ser titular desta organização empoderadora. [...] Eles deram o lembrete tão necessário de que não há absolutamente nada de errado em cuidar do seu próprio bem-estar", iniciou.

"Aos meus amigos, família, apoiadores e NAMily - sinto que é importante dizer a todos que estou bem. Digo-o do fundo do meu coração quando digo que não permiti que outros roubassem a minha luz. No entanto, estou sobrecarregada. Sinto-me ansiosa só de pensar no quão grande esta história ficou. Não há verdadeiramente nada que possa te preparar para as coisas que enfrentei nos últimos dias. É por isso que acho que é tão importante para mim continuar a priorizar o meu bem-estar mental nos próximos dias. Eu sei que isto vai passar. Voltaremos ao 'normal' em breve! Amo todos e agradeço aqueles que me apoiam mais do que imaginam. Muito amor a todos", completou.

Além da questão corporal, Sara Milliken se viu no centro de outra polêmica. Algumas ex-titulares do concurso estão questionando a legitimidade do título. Eles alegam que Milliken não participou na competição oficial do Miss América.

Amie Beth Shaver, uma ex-vencedora do Miss Alabama, disse que não conhece o concurso National American Miss. Segundo ela, existem apenas dois jeitos de se tornar miss: ganhando o Miss Alabama que leva ao concurso de Miss América e outro chamado Miss Alabama USA, que manda a concorrente para o concurso Miss USA.

"A Miss América tem 101 anos agora e depois tem o Miss USA, que te leva para participar do concurso Miss Universo. Mas esse National American Miss, ninguém ouviu falar. Eu nem sei o que é", declarou ela ao 1819news.

Ainda de acordo com Shaver, quem venceu o Miss Alabama USA em 2024 foi Diane Westhoven e que, como o Miss América é quem tem os direitos sobre o título Miss Alabama, é errado dar o mesmo nome para um concurso diferente. "Se você participa de concursos, só participará do Miss América ou do Miss USA", disse.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade